O que é isso?

Postagens animadas Canal Pedagógico

Google Friend Connect

boo-box

FanPage

Tradutor

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

Pesquisar este Blog sem acentuar as palavras

Cadastre seu E-mail e receba novidades do Canal Pedagógico

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

PARA SALVAR AS IMAGENS, CLIQUE NAS IMAGENS PARA VISUALIZAR MELHOR.

1. Escolha a imagem;
2. Clique no botão direito do mouse;
3. Escolha a opção “Salvar Imagem Como ...”
4. Escolha o local a ser salvo a imagem;
5. Clique em salvar e pronto.

Converter em PDF

Send articles as PDF to

domingo, 11 de maio de 2014

Atividade leitura e escrita com música Festa Junina



BALÃOZINHO
Venha cá, meu balãozinho.
Diga aonde você vai.
Vou subindo, vou pra longe,
vou pra casa dos meus pais.
Ah, ah, ah, mas que bobagem.
Nunca vi balão ter pai.
Fique quieto neste canto
e daí você não sai.
Toda mata pega fogo.
Passarinhos vão morrer.
Se cair em nossas matas,
o que pode acontecer.
Já estou arrependido.
Quanto mal faz um balão.
Ficarei bem quietinho,
amarrado num cordão.


Leitura : Texto balãozinho
Material necessário
A- Cartaz (em papel pardo , bem grande) com a letra da música ( EM LETRA DE FORMA). Enfeite o texto com balões coloridos.
B- Cópia xerox do texto da música para cada aluno. Colar no caderno de leitura.Se ainda não tiver uma caderninho para leituras, faça um livrinho com folhas grampeadas, onde todas as leituras serão coladas, para que as crianças possam ler e consultar sempre que precisarem, principalmente nas atividades de escrita.

Passo 1:
Antes de começar a leitura, peça a seus alunos que cantem a música do balãozinho. Em seguida diga a eles que tem uma surpresa. Que hoje eles vão aprender a ler, e não só a cantar a música.
Mostre o cartaz, colando-o no quadro- negro.

Passo 2:
Leia o texto do cartaz, junto com os alunos, demonstrando as palavras que estiverem lendo.
Chame um aluno ao quadro,de PREFERÊNCIA aqueles que estão com dificuldades, na leitura e na escrita. Peça para descobrir no cartaz onde está escrito a palavra BALÃO e sublinhar com giz
Peça aos outros alunos que enquanto isto, eles vão descobrir onde está escrita a palavra PAI, por exemplo, e que só irão responder depois que o colega encontrar a palavra balão.
Ajude o aluno que estiver no quadro. Pergunte com que letra ele acha que começa a palavra balão, qual a letra que vem depois, etc. Peça a ele para ir falando. Isto é importante para que ele estabeleça a relação grafema-fonema. Repita quantas vezes forem necessárias até que ele encontre a palavra.
Quando terminar não esqueça de elogiar muito.
Verifique entre os outros alunos quem descobriu a palavra pai. Peça que venha ao quadro e marque com o giz, no cartaz.

Passo 3-
Distribua a cópia da música para os alunos. Não perca tempo passando no quadro para que eles copiem. Deixe isto mais para o final do ano.
Peça que colem no caderno, ou no livrinho de leitura montado com as folhas.
Fale determinadas palavras do texto e peça para descobrirem onde elas estão, sublinhando com o lápis.

IMPORTANTE: DEIXE O CARTAZ AFIXADO PARA QUE ELES POSSAM SE LEMBRAR ONDE LERAM, JUNTO COM VOCÊ.

Passo 4.
Deixe que as crianças ilustrem o texto.

Passo 5-
Releia o texto do cartaz, cantando a música junto com as crianças.

Passo 6- Atividades de escrita

A- Utilize a primeira estrofe do texto.
Se não puder xerocar, passe no quadro, para que copiem, faltando algumas letras.
V____M CÁ, ME_________ BALÃO_________INHO.

D_______GA A_______NDE VOC____ VA___________.

V ________U SU_________INDO, VOU P____________A LO______________GE,

VO__________ PRA CA__________-A DOS MEU_____________ P__________IS


Repare que não estão faltando sílabas e sim letras. Isto porque o português é uma língua alfabética ( usamos grafemas para escrever e não sílabas) e ideográfica ( sinais de pontuação).

Vá lendo com eles o cartaz, para que descubram as letras que estão faltando.Peça sempre que olhem para o cartaz e que cantem a música enquanto fazem a atividade.
Enquanto eles cantam e procuram no cartaz, estão ativando a memória auditiva ( a música) e a memória visual ( o texto no cartaz).

B- Atividade de compreensão da leitura e de escrita espontânea:
Peça que escrevam a resposta para as perguntas abaixo. Deixe que escrevam do jeito deles. À medida em que forem terminando de escrever, vá até a carteira, peça que leiam para você o que escreveram, e você escreva ao lado da escrita dele, a lápis, o que o aluno leu pra você.
Explique a eles que você está escrevendo para não esquecer o que eles leram para você.
ISTO É IMPORTANTÍSSIMO. COMO SEU ALUNO AINDA NÃO CONSTRUIU A ESCRITA ALFABÉTICA, ELE TEM CERTEZA QUE O QUE ELE ESCREVEU ESTÁ CORRETÍSSIMO. QUANDO VOCÊ ESCREVE AO LADO, ORTOGRAFICAMENTE, INSTALA-SE NO ALUNO O FAMOSO CONFLITO PIAGETIANO. ‘Eu escrevo, mas a professora não consegue ler. Por que?’ A partir deste conflito ele vai buscar novas formas de escrita que sejam compreensíveis para outras pessoas, e, conseqüentemente, estabelecer novas hipóteses.

As perguntas abaixo são de compreensão textual, diferentes de perguntas de interpretação textual.
As perguntas de compreensão são sempre aquelas que não apresentam respostas no texto, mas que o aluno ao responder demonstra a compreensão, já que elas exigem a produção de inferências, mecanismos cognitivos que demonstram o que o aluno compreendeu do texto lido.Por ser um processo cognitivo, cada sujeito ao ler um determinado texto vai compreender de acordo com seu conhecimento de mundo, seus conhecimentos prévios sobre o assunto, etc.( Veja KLEIMAN,Ângela. Aspectos Cognitivos da Leitura. Campinas:Editora Pontes.)
Já as perguntas de interpretação são aquelas cujas respostas já estão no texto.Por exemplo: se perguntássemos PARA ONDE O BALAÕ DIZ QUE VAI? A resposta já está no texto e tanto poderia ser : vai para longe ou para a casa dos pais.
Este tipo de pergunta é ideal apenas para a leitura de texto informativos, instrucionais, no qual a informação deve ser exata para não produzir erros.

Como as perguntas de compreensão exigem a produção de inferências e conseqüentemente, cada um entende de uma forma, diga aos alunos para responderem o que eles acham que é a resposta, e não o que o colega acha que é.

Responda a pergunta:
1- Quem você acha que disse: “Nunca vi balão ter pai”

2- Se o balão tivesse pai o que você acha que ele iria dizer para o balãozinho?

NÃO SE ESQUEÇA DE ESCREVER AO LADO O QUE ELES ESCREVERAM .Esta tradução é uma estratégia que aprendi nos livros de Ana Teberosky.

Peça que leiam para os colegas as respostas que deram para as perguntas. Eles vão achar o máximo ler para os outros.

Passo 7-
Releia o cartaz que deve estar afixado na sala. Não o tire. Deixe-o pro um tempo. Não esqueça que a sala de aula deve ter uma ambiente alfabetizador.

Hora de brincar.Afinal ninguém é de ferro! Isto é o que eles irão pensar, mas objetivo é outro.
As cruzadinhas que apresentam apenas algumas letras, tem como objetivo fazer com que os alunos construam a escrita a escrita alfabética.
Se um aluno pré-silabico, ele vai escrever qualquer coisa em um dos quadrinhos. Já o silábico, pode escrever balão, escrevendo apenas o b, que já está apresentado e o A. Logicamente, irão sobrar quadrinhos. Pergunte a cada aluno porque está sobrando quadrinhos. Anote as respostas. Conte e registre quantos e quais alunos não conseguiram preencher todos os quadros. Em seguida peça aos alunos que falem a palavra que aparece no desenho para irem descobrindo as letras. Ajude-os.
De preferência passe a atividade no estêncil ou tire xerox.

Cruzadinhas ilustradas com perguntas:





B

A
Quantas letras tem esta palavra: ____________________ letras
E quantos desenhos? _______________________
(Você vai estar ao mesmo tempo trabalhando a alfabetização matemática.)

B O H

Quantas letras tem esta palavra:____________________letras.
E quantos desenhos ? _____________________




Quantas letras aparecem nesta palavra? ___________________letras.
Quantos desenhos? ______________________









P



S


R





H


Observe que você já estará trabalhando DÍGRAFOS, ENCONTROS CONSONANTAIS, PLURAL, ETC, SEM PRECISAR DAR REGRAS, OU EXERCÍCIOS CHATOS.



Passo 5 :
Completando o texto .
Após a leitura do cartaz peça aos alunos que descubram e completem as palavras que estão faltando:




BALÃOZINHO
AUTOR: ______________________________( ISTO É IMPORTANTE ESTAR NO CARTAZ, E EM TODOS OS TEXTOS QUE VOCÊ APRESNTAR PARA ELES , PARA QUE S APRENDAM QUE TEM SEMPRE ALGUÉM QUE FAZ AS COISAS, UM AUTOR, A QUEM ELES DEVEM RESPEITAR. QUEM SABE A GENTE VAI TER MENOS PESSOAS FAZENDO PIRATARIA DAQUI A ALGUM TEMPO. NESTE CASO EXPLIQUE QUE NÃO TEM O NOME PORQUE É UMA MÚSICA DO FOLCLORE, QUE VÁRIAS PESSOAS FORAM INVENTANDO.

VEM CÁ, MEU ____________________.
DIGA ________________ VOCÊ VAI.
VOU SUBINDO, VOU PRA _____________,
VOU PRA _______________ DOS MEUS PAIS.
AH, AH, AH, MAS QUE BOBAGEM.
NUNCA VI __________________TER PAI.
FIQUE __________________ NESTE CANTO
E DAÍ VOCÊ _________________ SAI.
TODA _______________PEGA FOGO.
_____________________ VÃO MORRER.
SE CAIR EM __________________ MATAS,
O QUE PODE ACONTECER.
JÁ ___________________ ARREPENDIDO.
QUANTO ________________ FAZ UM BALÃO.
FICAREI BEM QUIETINHO ,
___________________ NUM CORDÃO.

Passo 5- Escrita de texto instrucional

1- Construção de um balão junino
Material: jornais e revistas velhas.
Confeccione um balão junto com as crianças. Vá fazendo passo a passo e explicando o que você está fazendo.
Se for usar jornal, peça que coloram o jornal antes.

2- Em seguida, explique a eles que as crianças das outras salas não sabem fazer balões e que eles irão escrever como se faz, para mandar para a professora deles.
Ao fazer isto, você está estabelecendo um objetivo para a escrita. Aliás, na escola é o único lugar onde a gente escreve só para o professor ler, não é?

Distribua um papel para que coloquem o nome e a data. Guarde a instrução escrita por eles, para que você possa comparar o nível de evolução da escrita.
Escreve no quadro, o que é preciso para fazer o balão:
Os materiais que precisam, como fazer e onde se pode colocar os balões.

Em seguida, vá até as carteiras, anote ao lado da escrita deles o que eles leram para você, sempre explicando que é para não esquecer.
Se um aluno perguntar como é que se escreve determinado palavra, peça que fale a palavra para descobrir as letras, que olhe no cartaz da música se tem alguma palavra que ele pode aproveitar as letras, se nome de algum colega tem as letras que ele precisa.
Para isto é preciso que haja um cartaz com o nome de todos eles, colado na sala. Se ainda não tem, faça o cartaz, leia os nomes com eles, peça que mostrem onde está o seu nome, quantas letras tem, etc.


PASSO 6- Atividades de matemática:
Quantas folhas de jornal cada um usou para fazer o balão?______________
De quantas cores o balão do fulano foi colorido ? ____________________
Quantos balões foram feitos com revistas?_______________________


Passo 7 –
(Matemática e português, de novo)
Jogo dos 7 erros :
Olhe os dois desenhos abaixo e ESCREVA os 7 erros que aparecem no segundo quadro






QUADRO 1 QUADRO 2




ESCREVA AQUI OS ERROS QUE VOCÊ ENCONTROU:

1-______________________________________________________

2_______________________________________________________

3-______________________________________________________

4_______________________________________________________

5-______________________________________________________

6_______________________________________________________

7-______________________________________________________



ATIVIDADE ll

ESTA HISTÓRIA FOI ESCRITA PARA VOCÊ COMPLETAR AS PALAVRAS QUE ESTÃO FALTANDO. É SÓ OLHAR OS DESENHOS E DESCOBRIR QUAIS SÃO.

HISTÓRIA DE UM BALÃO

FÁTIMA FRANCO



ERA UMA VEZ UM _________________, QUE ANDAVA MUITO CHATEADO. É QUE NA FESTA JUNINA DO ANO PASSADO, LÁ NA ROÇA, ESQUECERAM DELE NUM CANTINHO E ELE FICOU LÁ... JOGADO.
AGORA, AS FESTAS JUNINAS ESTAVAM CHEGANDO OUTRA VEZ. E ELE FICOU MAIS ANIMADO, PORQUE ALGUÉM PODERIA ENCONTRÁ-LO E SOLTÁ-LO PARA VOAR PELOS CÉUS.
CHEGOU O DIA DA FESTA. E UM GAROTO DESCOBRIU O ___________________________.
ACONTECE QUE O MENINO VIU NA ______________ QUE AGORA ERA PROIBIDO SOLTAR BALÕES. É QUE O BALÃO PODIA CAIR NUMA __________,CAUSAR UM INCÊNDIO, MATAR OS _____________________________, A _____________ E A FUMAÇA IA CAUSAR PROBLEMAS

PARA OS
_______________________.

O ______________________ FICOU TRISTE DE NOVO. ENTÃO O MENINO PERCEBEU QUE O BALÃO FICOU MURCHINHO E TEVE UM IDÉIA. SOPROU O BALÃO, ENCHEU E LEVOU PARA PENDURAR, NUM LUGAR BEM ALTO , NA FESTA JUNINA DA ESCOLA.
AGORA O BALÃOZINHO ESTÁ FELIZ, LÁ NO ALTO,OLHANDO TUDO E SEM CAUSAR INCÊNDIO.



AGORA QUE TAL DESENHAR O BALÃO COM A CARINHA BEM FELIZ?


FONTE: assessoriapedagogica.googlepages.com
Fátima Franco.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela sua visita em meu Blog! Deixe um comentário!

Comente:

Seguidores

Atividades recentes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Gostou? Compartilhe !!!

Comentários Recentes

Faça parte

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...