Seguidores

Postagens animadas Canal Pedagógico

TRADUTOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish

Pesquisar este blog

PARA SALVAR AS IMAGENS, CLIQUE NAS IMAGENS PARA VISUALIZAR MELHOR.

1. Escolha a imagem;
2. Clique no botão direito do mouse;
3. Escolha a opção “Salvar Imagem Como ...”
4. Escolha o local a ser salvo a imagem;
5. Clique em salvar e pronto.

Botões compartilhar

sexta-feira, 3 de junho de 2022

Atividade com a cantiga Peixe Vivo


  Atividade desenvolvida com a minha turminha do Pré-Escolar II A (matutino), relacionada ao Projeto Didático Meio Ambiente. Essa atividade proporcionou às crianças a compreenderem sobre a importância da preservação (cuidados) dos rios e nascentes de forma consciente para a sobrevivência de todos os seres vivos.

sábado, 14 de maio de 2022

Inscrições ENCCEJA 2022

 Inscrições abertas a partir de 24 de maio para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) , é uma prova gratuita destinada a todas as pessoas que não concluíram o Ensino Fundamental ou Ensino Médio na idade indicada e desejam obter o certificado de conclusão.




quarta-feira, 11 de maio de 2022

Projeto didático: Todos no combate à dengue


PROJETO DIDÁTICO

“EDUCAÇÃO INFANTIL: TODOS NO COMBATE À DENGUE”



INSTITUIÇÃO:
TURMA:  Pré-Escolar (Educação Infantil)
TURNOS: matutino/vespertino                                                  
PROFª: Claudia de Oliveira Andrade
INÍCIO DO PROJETO:                      TÉRMINO:      
CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS: O Eu, o Outro e o Nós;Corpo, gestos, movimentos;  Traços, sons, cores e formas; Escuta, fala, pensamento e imaginação;  
  • Espaço, tempo, quantidades, relações e transformações.
CONTEÚDOS: conceito dengue, coordenação motora fina/grossa, prevenção dengue e cores.
                                            
JUSTIFICATIVA             

            Este projeto tem por finalidade conscientizar os estudantes sobre os principais meios de combater a dengue, dialogando com os mesmos sobre o modo que a doença é transmitida, seus principais sintomas e como combater o mosquito transmissor do vírus causador da referida doença, o “Aedes aegypti”. 
            De origem espanhola, a palavra dengue significa "melindre", "manha", estado em que se encontra a pessoa contaminada pelo arbovírus (abreviatura do inglês de arthropod-bornvirus, vírus oriundo dos artrópodos), no caso,é encontrado na fêmea do mosquito Aedes aegypti ou na do Aedes albopictus, esse último conhecido como "tigre asiático"
            Esse vírus está presente no Brasil desde 1982 na forma benigna, mas a partir de 1990 têm sido registrados alguns casos de dengue hemorrágica, que pode levar à morte.
            No Brasil, o agente transmissor da dengue é o Aedes aegypti, um mosquito pequeno, delgado e escuro, que possui hábitos diurnos e vive dentro ou nas proximidades das habitações urbanas. Sua reprodução ocorre em locais de água parada, como lagos, poças de água e água contida em garrafas, vasos, pneus velhos jogados em quintais.
            Após um período de incubação de alguns dias, a doença manifesta-se desencadeando uma febre súbita, acompanhada de fortes dores musculares e nas articulações ósseas - daí o nome popular de "quebra-ossos". Surgem manchas avermelhadas no corpo, dores de cabeça e nítida sensação de cansaço, além de fotofobia (aversão à luz), lacrimação, inflamação na garganta e sangramento na boca e nariz.
            Não existe tratamento especial para a doença, mas é indispensável os seguintes cuidados: manter-se em repouso; beber muito líquido e, quando indicado por médicos, o uso de medicamentos para alívio das dores e interrupção do estado febril, porém nunca medicamentos que contenham ácido acetil salicílico, como a Aspirina e o AAS.
            Eliminar os focos de reprodução como retirar água parada no interior de garrafas, pneus e vasos; tampar caixas-d'água; usar tela protetora em janelas e portas para impedir o acesso do mosquito (em residências próximas a lagos, rios e represas); usar inseticida e desinfetantes domésticos, que embora não eliminam, podem diminuir a presença dos mosquitos (https://www.algosobre.com.br/biologia/origem-da-dengue.html).
            Portanto, trabalhar este tema com os estudantes a partir da educação infantil é de suma importância para conscientizá-los desde pequenos sobre os perigos que a dengue traz a saúde do homem. Dessa forma, a instituição de educação infantil, tem o dever de contribuir  de forma lúdica e contextualizada um projeto didático voltado para a saúde, priorizando o combate à dengue, estimulando dessa forma o pensamento crítico/reflexivo dos estudantes com o tema em destaque. 

OBJETIVO GERAL
            Conscientizar os estudantes sobre a importância de prevenir a dengue combatendo o mosquito transmissor do vírus causador da doença “Aedes aegypti”, por meio de diversas estratégias de ensino que favoreçam a aprendizagem dos estudantes  em relação a temática “Dengue”.

HABILIDADES:

- Mobilizar os alunos no combate à Dengue;
- Alertar os alunos sobre os principais sintomas da dengue;
- Conscientizar os alunos sobre a prevenção contra a Dengue;
-  Compreender o processo do ciclo da vida do mosquito;
- Desenvolver hábitos e atitudes que ajude a acabar com a proliferação do mosquito;
- Identificar os aspectos do mosquito da Dengue;                                               
 - Desenvolver o raciocínio lógico a expressão oral e corporal, a coordenação motora, a percepção auditiva e visual da criança;
- Ampliar o conhecimento das cores.

METODOLOGIA

            No primeiro momento, será formada a roda da conversa com os estudantes para abordar sobre o tema “Dengue”. Nesta roda de conversa serão levantadas as hipóteses dos estudantes em relação ao tema tais como, - Vocês já ouviram falar na palavra “Dengue” e o que ela significa? – Vocês já ouviram falar do mosquito Aedes aegypti? –Vocês sabiam que é este, o mosquito transmissor do vírus causador da doença dengue? Vocês sabem como é o ciclo evolutivo do mosquito da dengue? – Vocês sabem quais são os principais sintomas da dengue? – Vocês sabem como podemos evitar a dengue?
            Durante o desenvolvimento deste projeto serão utilizadas diversas fontes de informações educativas (textos informativos, vídeos educativos, livros didáticos, panfletos etc.) para trabalhar o referido tema com os estudantes. Também, serão realizadas atividades de recortes/colagens/pinturas/cartazes/dobraduras/maquete relacionadas com o tema.

1ª Semana

- Roda da conversa (diálogo sobre o conceito “Dengue” e mosquito transmissor do vírus causador da dengue ;
- Leitura de textos informativos com o tema “Dengue” com os estudantes e levantamento das hipóteses dos mesmos em relação ao tema em destaque.
- Cartaz de forma coletiva com o tema “dengue”
- Recortes/colagem/pintura com o tema dengue.

2ª Semana


- Roda da conversa (diálogo sobre o mosquito transmissor do vírus causador da “Dengue”  e ambientes propícios e não propícios para  a proliferação do mosquito da dengue e os cuidados que devemos ter para a prevenção da dengue.
- Fazer um passeio ao redor da instituição de ensino, com a intenção de analisar se há objetos  com água parada que possam contribuir para a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Caso, seja encontrando tais objetos com água parada , explicar aos estudantes sobre os principais cuidados que devemos ter para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti destacando o ambiente do qual estamos inseridos. Posteriormente, será dado inicio a confecção de uma maquete de forma coletiva com os estudantes,  retratando o locais propícios a proliferação do mosquito Aedes aegypti (ambiente não cuidado pelo homem) e  locais não propícios a proliferação do referido mosquito (local cuidado pelo homem).

3ª semana

-Roda da conversa com os estudantes sobre o tema “Dengue”, e das atividades a serem trabalhadas durante a semana;
- Vídeo com o tema “Dengue”;
-Exposição da maquete e fixação na parede do pátio da instituição de algumas atividades realizadas com o tema “Dengue” para as demais salas visualizarem. 
- Entrega de panfletos de prevenção da dengue para os estudantes.

RECURSOS DIDÁTICOS
Cartolinas, papel pardo, EVA, tinta guache, pincel atômico, giz de cera, sulfite, tesoura, cola quente, cola branca, lápis de cor, placa de isopor, CDs, aparelho de televisão, aparelho de DVD, textos informativos, livros etc.  
AVALIAÇÃO
A avaliação será por meio de registro do desenvolvimento da aprendizagem e da participação dos estudantes frente às atividades propostas durante a execução do projeto. 

REFERÊNCIAS:

 PINTO, Gerusa Rodrigues et al. Dia a Dia do Professor. Vol. 7, Editora Fapi Ltda.


                                                                                    


Projeto didático "Meio Ambiente"



PROJETO DIDÁTICO



TEMA: O Meio Ambiente
CAMPOS DE EXPERIÊNCIAS:   O Eu, o Outro e o Nós.; Corpo, gestos, movimentos; Traços, sons, cores e formas; Escuta, fala, pensamento e imaginação e Espaço, tempo, quantidades, relações e transformações.
DURAÇÃO: Início:......................................Término:..........................
FAIXA-ETÁRIA: Educação Infantil 
TURMA:                                     TURNO:  
PROFESSOR(A):
COORDENAÇÃO:
DIREÇÃO:


I-JUSTIFICATIVA

Nas últimas décadas presenciou-se a divulgação de debates nos meios de comunicação, sobre a questão ambiental, o que sem dúvida tem contribuído para que as populações estejam alertas, mas a simples divulgação não assegura a aquisição de informações e conceitos referendados pelas ciências.
É papel da instituição de ensino educacional provocar nos estudantes revisão dos conhecimentos conscientizando-os sobre a importância da preservação do meio ambiente.
Como conteúdo proposto nas Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil, a temática ambiental permite apontar para as relações recíprocas entre sociedade e ambiente, marcadas pelas necessidades humanas, seus conhecimentos e valores.
O essencial é desenvolver atividades que colaborem na formação do pensamento científico. Ou seja, aproveitar as informações que os estudantes já dispõem para produzir a sistematização e a linguagem apropriada. No processo, é indispensável manipular hipóteses e explicações para os fenômenos, o que é sempre mais divertido.

II-OBJETIVO GERAL:   
Criar estratégias de ensino que favoreçam os estudantes a entender a natureza, a ação do homem sobre ela e as conseqüências dessa interferência no dia-a-dia, estimulando a reflexão individual e coletiva dos estudantes sobre problemas ambientais.

III- HABILIDADES:

-Reconhecer as características do meio ambiente;
-Observar as relações entre os Seres Vivos e o Ambiente;
-Identificar alguns materiais da natureza utilizados pelo homem, bem como dos objetos por ele produzidos;
-Reconhecer a presença do ar e da água na natureza e a importância destes elementos;
-Reconhecer a importância do solo para os seres vivos;
- Identificar as características habitat, alimentação, corpo) de alguns animais domésticos e  selvagens;
-Conhecer os diversos tipos de poluição de ar e das águas;
-Coletar dados referentes ao ambiente em que vivemos;
- Revisar as cores;
- Revisar o conceito de “sujo e limpo”.
- Desenvolver a coordenação motora fina;
- Desenvolver a expressão corporal;
- Desenvolver a linguagem oral;
- Adquirir o gosto pela arte;
-Adquirir o gosto pelos contos infantis
- Participar de histórias e brincadeiras referentes aos animais.

IV-METODOLOGIA UTILIZADA:

Coletar os conhecimentos prévios dos estudantes em relação ao tema em destaque e observar o ambiente à sua volta e coletar materiais através de passeios e de visitas;
Promover discussões em sala sobre o tema acima.
As atividades serão desenvolvidas de forma coletiva e individual com os estudantes. Algumas atividades serão desenvolvidas em sala e outras extra sala.
Durante o desenvolvimento desse projeto os estudantes realizarão diversas atividades relacionadas com o tema em destaque tais como: recortes, colagem, pintura, brincadeiras, jogos pedagógicos, pontilhados etc. Ainda será montada uma maquete com os estudantes com o tema “Meio Ambiente” que ficará exposta no saguão da instituição para as demais turmas visualizarem.
Na culminância desse projeto os estudantes juntamente com o professor e auxiliares irão plantar hortaliças em recipientes em nossa instituição.

V-RECURSOS UTILIZADOS:

     Gravuras,  CDs, aparelho de som, lápis de cor, fita larga, cola, sulfite, papel manilha, crepom, EVA etc.

VI-DESENVOLVIMENTO ( etapas-prováveis):

Leitura: literatura, textos informativos, letras de músicas, poesias;
Conversar com os estudantes sobre o tema acima, levantando os conhecimentos prévios de cada um sobre o assunto em destaque.
Desenvolver novos valores e novas atitudes em relação ao meio ambiente.
Montar um painel utilizando-se fotos de livros, revistas sobre o nosso ambiente e a relação do homem e dos animais com ele. 
Destacar o conceito de preservação ambiental para os alunos e explicar aos mesmos como podemos agir para sempre preservá-lo.
Destacar através de fotos de revistas, jornais a degradação ambiental e suas conseqüências para a sobrevivência dos seres vivos.
 Destacar a importância da proteção dos rios e riachos apara o abrigo de muitos animais e as conseqüências quando o homem poluem esta vegetação.
Levar os estudantes a dar um passeio ao redor da escola para observar o meio ambiente, as plantas que existem alertando-os para as variáveis que influenciam o estado das plantas, como na chuva de granizo, seca e podas.
Conscientizar os estudantes sobre o cultivo dos diferentes vegetais no ambiente urbano. Desta forma, os educandos podem aprender que podemos transformar positivamente o espaço e que a natureza é nosso bem maior.  
Abordar com os estudantes sobre o conceito os diversos tipos de poluição que existem do ar, do solo, das águas, sonora, visual, e radioativa.
Trabalhar com os estudantes a relação entre água doce existente no planeta, a água doce de fácil acesso ( rios, lagos etc.) e a água boa para consumo.
VII- CULMINÂNCIA
Os alunos juntamente com a professora plantarão alguns tipos de hortaliças no terraço da instituição.

VIII- AVALIAÇÃO:

A avaliação será feita através de registros por parte do professor ( a ) dos alunos, frente as atividades tanto coletivas quanto individuais durante o desenvolvimento do projeto.

IX- REFERÊNCIA BIBLIOFRÁFICA:

Guia Prático para Professoras da Educação Infantil, junho, 2007. 

“Vamos cuidar da mãe Natureza preservando a vida do nosso planeta!”


Projeto Didático "Meio Ambiente na Educação Infantil"




Campos de Experiências:

-O eu, o outro e o nós;
-Corpo, gestos e movimentos;
-Traços, sons, cores e formas;
-Escuta, fala, pensamento e imaginação;
-Espaços, tempos, quantidades, relações e transformações

Objetivo Geral:
Desenvolver com as crianças ações e posturas responsáveis diante de problemas ambientais, como desperdício de água e poluição sensibilizando-os sobre a importância da preservação do Meio Ambiente, identificando as situações que causam danos à ecologia como: poluição, desmatamento, queimadas, extinção de animais e outros estimulando assim o amor pela conservação da natureza.

Habilidades:
·         Perceber os cuidados necessários à preservação da vida e do ambiente;
·         Demonstrar que a reciclagem pode trazer inúmeros benefícios;
·         Trabalhar o respeito para com a natureza e para consigo mesmo;
·         Trabalhar as diversas formas de vida existentes no meio ambiente: fauna, flora, vida marinha;
·         Conhecer as partes de uma planta;
·         Conhecer os tipos de animais;
·         Desenvolver a linguagem oral;
·         Levar a criança a valorizar o meio ambiente e identifica-se como parte integrante e agente de promoção do desenvolvimento sustentável.
·         Criar uma horta e cuidar dela.
·         Observar o desenvolvimento de um ser vivo. 
·         Valorizar o meio ambiente.

Conteúdo(s) 
  • Meio Ambiente;
  • Planta e suas partes;
  • Animais terrestres, aquáticos e aéreos;
  • Seres vivos e não vivos;
Tempo estimado 
1 semana ou mais
Material necessário 
        ·        Vídeo: Um plano para salvar o planeta da turma da Mônica;
·         Giz de cera
·         Tinta guache tesoura cola
·         Lápis de cor
·         Papeis diferenciados
·         Pincel
·         Brinquedos
·         Fotos imagens
·         Revista
·         Folhas de árvore
·         Tnt
·         Garrafa pet
·         Livros de história
·         Folhas de árvore
·         Retalho de e.v.a
·         Lápis preto, borracha, apontador;
·         Folha de A4
·         Xerox
·         Caixa de papelão
·         Jornais velhos
·         Latinhas de leite
·         Barbante
·         Cartazes, etc. 

Desenvolvimento 
1ª etapa 
Metodologia:
  • Conversa informal sobre meio ambiente, vegetação-plantas-fotossíntese, tipos de animais, poluição ambiental, coleta de lixo, reciclagem;
  • Passeio pela comunidade e visita a algum espaço natural;
  • Fichas ilustradas;
  • Confecção do livrinho – “coleta seletiva de lixo”;
  • Murais – meio ambiente, plantas e suas partes, animais terrestres - aquáticos - aéreos;
  • Jogos – dominó, quebra-cabeça;
  • Cartaz da fotossíntese; 
  • Passar o filme: Um plano para salvar o planeta da turma da Mônica;
  • Levantar possíveis problemas ambientais vividos pela comunidade (lixos jogados pelas ruas, desperdício de água, queimadas, etc.) e pensar junto com as crianças formas de resolver os problemas;
  • Desenvolver uma atividade que os alunos terão que fazer um desenho do que podemos fazer no dia a dia para salvar nosso planeta;
  • Jogo da memória (animal e nome ou animal e primeira letra);
  • Confecção de Pé de Lata;
  • Mural ecológico (com frases sobre o meio ambiente, figuras);
  • Criação de placas para preservação do ambiente escolar;
  • Acróstico (NATUREZA) – Frases da natureza, produção de texto coletivo;
  • ABC da natureza;
  • Músicas relacionadas ao tema: Cinco Patinhos, Minhoca, Amigo Planeta, Herdeiros do Futuro, Enquanto Seu Lobo não vem, Não atire o pau no gato, etc.;
  • Historinhas relacionadas ao tema:
  • A casa do bode e da onça (Angela-Lago, PNBE 2014 Creche e Educação Infantil. Editora La);
  • É o bicho! (Jean-Claude R. Alphen, PNLD 1º ano Editora Boa Viagem);
  • O menino e o peixinho (Sonia Junqueira e Mariângela Haddad. PNBE 2014 Creche e Educação Infantil Editora Autêntica);
  • Gino Girino (Milton Célio de Oliveira Filho Theo de Oliveira. PNBE 2014 Creche e Educação Infantil. Editora Globo);
  • Sapo Comilão (Stela Barbieri e Fernando Vilela. PNBE 2014 Pré-escola e Educação Infantil. Editora DCL);
  • Rua Jardim, 75 (Ana Terra, PNBE 2010. Editora Larousse Junior);
  • Para que serve o ar? (Ana Cláudia Ramos, PNLD 1º ANO. Editora Dimensão);
  • Pingo-D’água (Eliana Sant’Anna, PNLD 1º ano. Editora Miguilim);
  • Beijo de Bicho (Rosângela Lima, PNLD 1º ano. Editora Cortez);
  • Brincadeiras:
  •  Formas (Livro: Corpo em movimento na Educação Infantil. PNBE 2013 Educação Infantil pág. 106),
  •  Deslocamentos pela floresta encantada (Livro: Corpo em movimento na Educação Infantil. PNBE 2013 Educação Infantil pág. 131),
  •  Cuidado para não cair (Livro: Corpo em movimento na Educação Infantil. PNBE 2013 Educação Infantil pág. 151)
  • Jogral;
  • Caça-palavras;
  • Bingo
  • Plantar uma horta com as crianças, e orientá-los a se responsabilizar por cuidar da mesma, fotografando cada etapa para aprimorar o aprendizado;
  • Organizar as crianças em rodinha de forma que todas possam olhar e interagir. Conversar sobre a Preservação do meio ambiente, perguntas para eles se sabem como fazer a horta;
  • Falar sobre reciclagem, a importância;
  • Discutir a ideia da seleção do lixo e o reaproveitamento de embalagens;
  • Construir um brinquedo com sucata trazida de casa, como: bi boque, o vai e vem, o pião, pé de lata, etc.;
  • Mostrar fotos coloridas, para observarem a natureza preservada e natureza poluída;
  • Fazer o desenho das lixeiras em papel pardo e organizar eles em grupo nas mesas, para que pintem com tinta guache as lixeiras ou confeccionar com caixas de papelão;
  • Fazer um mural coma as lixeiras, explicar o porquê das cores das lixeiras, orientá-los que de acordo com as normas mundiais da coleta seletiva de lixo, procede assim:
  • Coletor amarelo – metal
  • Coletor azul – papel
  • Coletor vermelho-plástico
  • Coletor verde – vidro
  • Coletor marrom – material orgânico
  • Produção de vídeos com exposição de relatos feitos pelos alunos sobre a importância de preservar e conservar o meio ambiente;
  • Realizar brincadeiras com o pé de lata;
  • Após a conversa em sala, enviar um bilhete solicitando aos pais que procurem em casa com os seus filhos: caixas, tampinhas, garrafas de plástico, caixas de ovos etc.  e enviem para a escola. Esperar dois ou três dias,  até que todos ou a maioria consiga procurar e trazer os materiais para a escola. Quando a turma trouxer o material solicitado, coloque toda a sucata em um espaço visível e discuta com os alunos como foi o processo de recolher a sucata, quem ajudou etc. Valorizar o envolvimento dos pais e dos alunos também;
  • Fazer a classificação dos materiais trazidos pelos alunos juntos a eles e organizar que eles coloquem nas lixeiras corretas que estarão no interior da sala;
  • Fazer recorte de jornais e revista de rótulos de embalagens retornáveis e colar no mural;
  • Manuseio de livros de historia;
  • Fazer uma meia lua e deixar as crianças escolher uma historia a ser contada a elas;
  • Fazer um caixa com brinquedos diferenciados para que possam brincar na hora do recreio;
  • Interpretações oral, escrita e através de desenhos dos textos lidos;
  • Exploração de musicas, danças, pinturas e dobraduras e recortes e colagens;
  • Confecção de livros coletivos e painéis;
  • Leitura de parlendas; contos; adivinhas; trava língua; poemas; rimas;
  • Exposição e exploração de cartazes sobre o tempo decomposição do lixo;
  • Explorar o ambiente, para que possa se relacionar com outras crianças;
  • Colocar a criança em contato com objetos diversos, para que possa manifestar sua curiosidade e interesse;
  • Produção de vídeos com o passo a passo das produções das crianças nas oficinas de reciclagem;
  • Desenvolvimento progressivo de hábito de higiene pessoal (escovar os dentes, lavar as mãos, tomar banho e lavar o rosto) e social (quanto a jogar o lixo no lixo e preservar o ambiente);
  • Confecção de papel machê, 
2ª etapa 
Músicas:
Cinco patinhos foram passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas só quatro patinhos voltaram de lá.

Quatro patinhos foram passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas só três patinhos voltaram de lá.

Três patinhos foram passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas só dois patinhos voltaram de lá.

Dois patinhos foram passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas só um patinho voltou de lá.

Um patinho foi passear
Além das montanhas
Para brincar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
Mas nenhum patinho voltou de lá.

"Puxa, a mamãe patinha ficou tão triste naquele dia
Aonde será que estavam os seus filhotinhos?
Mas essa história vai ter
Um final feliz, sabe por quê?"

A mamãe patinha foi procurar
Além das montanhas
Na beira do mar
A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá
E os cinco patinhos voltaram de lá.


Me dá uma beijoca
Não dou, não dou
Então eu vou roubar
Minho, minhoco
Você é mesmo louco
Beijou do lado errado
A boca é do outro lado

Amigo Planeta
Amigo planeta eu não sei porque
Tem tanta gente que não cuida de você
Mas agora nós iremos te salvar
As crianças nunca vão te abandonar

Amigo planeta volte a sorrir
Sua beleza ninguém pode poluir
As estrelas e as noites de luar
As florestas e o verde-azul do mar

Vamos enfeitar nossa cidade
E acabar com a maldade
Que eles fazem com a natureza
Vamos com a força da amizade
Te levar felicidade
E derrotar toda a malvadeza

Amigo planeta eu não sei porque
Tem tanta gente que não cuida de você
Mas agora nós iremos te salvar
As crianças nunca vão te abandonar

Amigo planeta volte a sorrir
Sua beleza ninguém pode poluir
As estrelas e as noites de luar
As florestas e o verde-azul do mar

Vem! Vem viajar
Vem! Reviver
Vem! Vem ficar comigo

Vem! Vem brincar
Vem! De viver
Vem! Eu sou teu amigo

Amigo planeta volte a sorrir
Sua beleza ninguém pode poluir
As estrelas e as noites de luar
As florestas e o verde-azul do mar

Vamos enfeitar nossa cidade
E acabar com a maldade
Que eles fazem com a natureza
Vamos com a força da amizade
Te levar felicidade
E derrotar toda a malvadeza

Vem! Vem viajar
Vem! Reviver
Vem! Vem ficar comigo

Vem! Vem brincar
Vem! De viver
Vem! Eu sou teu amigo

Amigo planeta eu não sei porque
Tem tanta gente que não cuida de você
Mas agora nós iremos te salvar
As crianças nunca vão te abandonar

Amigo planeta volte a sorrir
Sua beleza ninguém pode poluir
As estrelas e as noites de luar
As florestas e o verde-azul do mar

Herdeiros do futuro

A vida é uma grande
Amiga da gente
Nos dá tudo de graça
Prá viver
Sol e céu, luz e ar
Rios e fontes, terra e mar...

Somos os herdeiros do futuro
E pr'esse futuro ser feliz
Vamos ter que cuidar
Bem desse país
Vamos ter que cuidar
Bem desse país...

Será que no futuro
Haverá flores?
Será que os peixes
Vão estar no mar?
Será que os arco-íris
Terão cores?
E os passarinhos
Vão poder voar?...

Será que a terra
Vai seguir nos dando
O fruto, a folha
O caule e a raiz?
Será que a vida
Acaba encontrando
Um jeito bom
Da gente ser feliz?...

Vamos ter que cuidar
Bem desse país
Vamos ter que cuidar
Bem desse país...

Será que no futuro
Haverá flores?
Será que os peixes
Vão estar no mar?
Será que os arco-íris
Terão cores?
E os passarinhos
Vão poder voar?...

Será que a terra
Vai seguir nos dando
O fruto, a folha
O caule e a raiz?
Será que a vida
Acaba encontrando
Um jeito bom
Da gente ser feliz?...

Vamos ter que cuidar
Bem desse país
Vamos ter que cuidar
Bem desse país...
COMO FAZER PAPEL MACHÊ PASSO A PASSO
Ingredientes
·       Jornais
·       Cola fria (branca)
·       Recipiente
·       Pincéis para dar o acabamento

Como fazer o papel machê

Rasgue o jornal em pedaços não muito grandes e coloque-os num recipiente.
1.   Derrame sobre eles água quente a fim de molhá-los bem.
2.   Deixe o papel amolecendo por 10 a 12 horas, no mínimo.
3.   Esprema com força a massa entre as mãos a fim de retirar toda a água, formando bolas que coloca no recipiente.
4.   Adicione cola e forme uma massa, de preferência, compacta.
5.   Trabalhe-a bem com as mãos e ela está pronta para ser usada. Poderá recorrer a moldes como pratos de louça velhos ou garrafas, mas também pode criar seus próprios moldes, utilizando jornal torcido. Pinte a sua peça a gosto.
Curiosidade: Os chineses, que inventaram o papel, foram os primeiros a utilizar a polpa do papel machê para moldar capacetes para a guerra. No século VIII, alguns deles foram capturados pelos árabes, durante a guerra contra a Pérsia, e como prisioneiros, ensinaram-lhes a arte de reciclar. Essa arte chegou até Marrocos, espalhando-se para a Europa, tendo sido os artesãos franceses, que iniciaram a sua utilização para fins artísticos.
Fonte: Confagri
Avaliação 
    Avaliação será contínua, através da observação diária das crianças no desempenho de suas atividades, no relacionamento com os colegas e com a professora.
Culminancia:
    A culminância do projeto será uma exposição de cartazes com o tempo de decomposição do lixo, cartão de papel reciclado, apresentação de como e feita a reciclagem do papel e a apresentação de uma peça teatral. Também será feita uma exposição de vídeos para a comunidade escolar demonstrando o passo a passo das oficinas de reciclagem.
Autor Isis Costa
Sugestões retiradas da Revista Nova Escola http://rede.novaescolaclube.org.br/planos-de-aula/projeto-meio-ambiente-na-educacao-infantil

Folha de S.Paulo - Educação - Principal

SEGUIDORES

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também