O que é isso?

Postagens animadas Canal Pedagógico

Google Friend Connect

boo-box

FanPage

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também

Pesquisar este Blog sem acentuar as palavras

PARA SALVAR AS IMAGENS, CLIQUE NAS IMAGENS PARA VISUALIZAR MELHOR.

1. Escolha a imagem;
2. Clique no botão direito do mouse;
3. Escolha a opção “Salvar Imagem Como ...”
4. Escolha o local a ser salvo a imagem;
5. Clique em salvar e pronto.

Cadastre seu E-mail e receba novidades do Canal Pedagógico

Enter your email address:

Delivered by FeedBurner

domingo, 31 de agosto de 2014

sugestões de atividades Semana da Pátria

Setembro começa com a Semana da Pátria

Mas, em vez de celebrar, que tal usar a comemoração para estimular a percepção e aguçar o senso crítico da criançada de forma interdisciplinar?

http://revistaguiafundamental.uol.com.br/professores-atividades/99/artigo273611-1.asp

 Objetivo:

A partir da análise e da leitura comparativa entre os 
quadros de Pedro Américo e Ernest Meissonier, despertar
a percepção das crianças, com a intenção de desenvolver
um olhar crítico para os fatos históricos que são 
transmitidos e assimilados praticamente sem nenhum questionamento.

Faixa etária:
Crianças a partir do 4º ano.

 

 

 

 

 

 

   

  

 

Detalhe de Independência ou Morte, de Pedro Américo

É comum ouvirmos que um povo sem história e, em consequência, sem historiador, não tem memória. No entanto, nosso passado está repleto de fatos obscuros que, graças à liberdade artística, ganharam versões que se tornaram quase que verdadeiras, tal como a Independência do Brasil. De qualquer forma, o papel do historiador sempre foi de suma importância, porque, com seus estudos, ele interpreta a história passada para aprofundar o conhecimento do presente. Mas, hoje, a ligação com o cotidiano está tornando a disciplina cada vez mais atraente. Em substituição aos temas amplos, que evidenciam preocupações com países, guerras e heróis, nos últimos anos, os profissionais de História estão se dedicando a pesquisas de temas restritos (dos interesses individuais, da arte, da mulher, da juventude, da criança etc.). Embora eles pareçam menores, uma pequena descoberta, pode levar à origem de muitas coisas. Esse processo fica evidente na Independência do Brasil. A partir do estudo do quadro de Pedro Américo, muita coisa veio à tona! Continuar lendo...http://revistaguiafundamental.uol.com.br/professores-atividades/99/artigo273611-1.asp

Atividades para comemorar o 7 de setembro com criatividade e patriotismo

Viva a Independência do Brasil!

Por Juliana Lambert

Objetivos:

Introduzir o tema Independência do Brasil no repertório dos alunos
Formar na criança o conceito de pátria
Despertar o sentimento de patriotismo
Formar a atitude de respeito aos símbolos do Brasil
Estimular o reconhecimento da bandeira como símbolo da pátria








Os pequenos mal sabem
o significado da palavra independência, sequer imaginam o que é uma colônia e nem sonham que um dia o Brasil já teve um príncipe. Trabalhar o tema 7 de setembro na Educação Infantil é um desafio que requer boa dose de criatividade.
Que tal começar com a fuga da família real portuguesa para o Brasil, em novembro de 1807 e a chegada aqui em janeiro de 1808? As crianças podem até não entender a relação entre metrópole e colônia, mas, provavelmente, ficarão ávidas por detalhes de uma aventura que teve até ataque de piolhos. A partir daí, vale preparar um enredo com os melhores momentos que antecedem a Independência do Brasil (7 de setembro de 1822). Entre eles, vale destacar o Dia do Fico (9 de janeiro de 1822), que ficou marcado pela famosa frase de D. Pedro I: "Se é para o bem de todos e a felicidade geral da nação, diga ao povo que fico". Para a educadora Janaina Spolidorio, da rede pública de São Bernardo do Campo (SP), é importante trabalhar o tema desde muito cedo, não só para preparar a criança para o Ensino Fundamental, mas para despertar o espírito patriótico nos pequenos. O melhor caminho para envolver a turma ainda é a boa e velha historinha. "Não é possível se ater completamente aos fatos ocorridos, e o educador deve adaptar a história de acordo com a faixa etária dos alunos. Só o fato de D. Pedro I ser um príncipe já ajuda bastante na narrativa infantilizada. Na imaginação das crianças, a história irá permanecer, mesmo que de um modo ainda rústico, auxiliando na compreensão e na formação de bases históricas nacionais", explica.
A professora Olianda Luiz Machado Pimenta, do Centro Municipal de Educação Infantil Costa e Silva, de Rialma (GO), ressalta a necessidade de aproveitar a data comemorativa para resgatar valores cívicos e incentivar o respeito aos símbolos do Brasil. Recorrer ao mundo da fantasia é sempre uma ideia bem-vinda: "O teatro é uma arte apaixonante e pode ser uma boa opção para trabalhar o tema na Educação Infantil. Os alunos e o professor podem se transformar em personagens diferentes e fazer coisas que, normalmente, não fariam na vida real. Ele abre para as crianças um novo universo, ampliando o vocabulário, a capacidade de memorização, a socialização, a coordenação e a criatividade", comenta a professora, que também aposta na contação de histórias, atividades para ilustrar o Hino Nacional e teatrinho.
Acompanhe as sugestões do Centro Municipal de Educação Infantil para trabalhar o 7 de setembro com os pequenos: Continuar lendo...http://revistaguiainfantil.uol.com.br/professores-atividades/102/artigo227072-1.asp

Vamos ilustrar o Hino Nacional?

1. Providencie um aparelho de som e uma gravação ou CD com
 o Hino Nacional. 2. Entregue uma folha de papel para cada aluno e canetinhas nas 
cores azul, amarela e verde. 3. Coloque a música para tocar e peça que as crianças prestem 
bastante atenção. 4. Repita a canção e solicite que desenhem enquanto escutam o Hino. 5. Ao final da atividade, organize a turma em círculo e promova uma 
conversa. Pergunte se gostaram do Hino, se alguém já tinha 
escutado aquela canção, se já cantaram algum trecho e em
quais ocasiões o Hino Nacional é executado (jogo de futebol,
 solenidades etc.). 6. Explique o significado de algumas palavras e sugira que 
expliquem o desenho que fizeram.

Poesia Pátria Amada


Atividades Semana da Pátria





















sábado, 30 de agosto de 2014

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

7 de Setembro "Dia da Independência do Brasil"



A 7 de setembro de 1822, em São Paulo, às margens do riacho Ipiranga, o Príncipe-Regente D. Pedro, que fora deixado no Brasil por seu pai, D. joão VI, ao regressar este a Portugal, proclamou a independência do Brasil com o brado que se tornou famoso na História: "independência ou morte!"
Mas nada se faz, de importante, de um momento para o outro. As grandes realizações de uma nação são ganhas, ponto por ponto, na luta de seus filhos.
A Independência do Brasil, que se consumou a 7 de setembro de 1822, vinha sendo trabalhada pelos patriotas há muitos anos.Quando D. João VI, com sua Corte, deixou o Brasil, um grande passo estava dado. Depois disso, os acontecimentos foram se sucedendo muito rapidamente. quando o Príncipe D. pedro se recusou a voltar para a Europa, atendendo a pedidos gerais do povo, outro passo importante se dera.
em abril de 1822, um jornal brasileiro apontava abertamente ao Príncipe o caminho da independência, dizendo-lhe que "não se despreza a glória de ser o fundador de um novo Império". portugueses amigos do Brasil e brasileiros não davam um momento de trégua a D. Pedro. junto a ele, dentro de seu próprio palácio, pessoas muito achegadas como a esposa, D. Leopoldina, e José Bonifácio de Andrada e Silva aconselhavam-no insistentemente a tomar uma decisão.
A 1º de agosto, José Bonifácio redigiu um manifesto às nações amigas solicitando que continuassem a manter relações diretas com o nosso País e criticando abertamente o sistema de administração colonial de Portugal. Entretanto, agitações políticas em São Paulo exigiam a presença do Príncipe, que viajou a São paulo e, de São Paulo, a Santos. Na sua ausência, chegaram despachos de Lisboa, com algumas medidas humilhantes, entre as quais a determinação de submissão de D. pedro a Lisboa e que fosse assistido por um Ministério nomeado pelo rei de Portugal. Imediatamente, os patriotas, principalmente a princesa Leopoldina e José Bonifácio, viram que a ocasião chegara e enviaram imediatamente ao príncipe o despacho de Lisboa bem acompanhado de cartas recomendando a independência. O mensageiro encontrou-o no Ipiranga e, ali, proclamou a Independência.

fonte: Atualidades Pedagógicas LTDA>

Poesia sobre a Semana da Pátria




BRASIL, PÁTRIA AMADA

A família é uma comunidade
Pátria é a união das famílias.
Pátria é a nossa grande família.
A Pátria é uma comunidade.
A Pátria é a nossa casa,
nosso lar,
nosso bairro,
nossa cidade,
nosso Município,
nosso Estado,
nosso País.
Nossa terra é o campo,
é a cidade.
Nossa gente é o trabalhador do campo,
é o trabalhador da cidade.
Também é Pátria:
a soma dos problemas
de nossa terra, de nossa gente
e o esforço de todos para resolvê-los.
Nossa gente é a nossa família, são nossos irmãos, nossos companheiros.
Somos todos nós que
trabalhamos juntos
para sermos livres e
não dominados por
ninguém.
Nossa Pátria é toda essa gente livre
que lê e escreve junto
a História de nossa terra.
( Lendo e Escrevendo as Realidades Mineiras, Maria de Freitas Chagas- FTD)

Atividade: Semana da Pátria

Atividades desenvolvidas com o tema Meio Ambiente"











Algumas atividades desenvolvidas com  minha turminha do Maternal II relacionadas com o Projeto didático "Meio Ambiente". Ano 2014.

Converter em PDF

Send articles as PDF to

Comente:

Seguidores

Atividades recentes

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Gostou? Compartilhe !!!

Leia mais...

Comentários Recentes

Faça parte

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...