Seguidores

Postagens animadas Canal Pedagógico

Pesquisar este blog

TRADUTOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Minha foto
Sidrolândia, Mato Grosso do Sul, Brazil
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (1999-2003). Tem experiência na área de Educação. Professora concursada-efetiva pela Prefeitura Municipal de Sidrolândia/MS (02 períodos). Exerce a função de Docente na Educação Infantil. Pós Graduada-Especialista em Educação Infantil pela UFMS/MEC/UNDIME//UEMS. Contato: E-mail: pedagogaclaudinha@gmail.com site; http://canalpedagogico.blogspot.com MSN: claus.id@hotmail.com

PARA SALVAR AS IMAGENS, CLIQUE NAS IMAGENS PARA VISUALIZAR MELHOR.

1. Escolha a imagem;
2. Clique no botão direito do mouse;
3. Escolha a opção “Salvar Imagem Como ...”
4. Escolha o local a ser salvo a imagem;
5. Clique em salvar e pronto.

domingo, 25 de novembro de 2018

Plano de Aula Natal educação Infantil


PLANEJAMENTO DE ENSINO SEMANAL
26/11/16  A  30/11/18



INSTITUIÇÃO: 
TURMA: Maternal II A/C
TURNO:Mat/Vesp
PROFª: Claudia 
COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA: 
EIXOS DE CONHECIMENTO: Linguagem Oral/Escrita, Movimento, Natureza/Sociedade
  CONTEÚDOS: Natal (símbolos natalinos), coordenação motora fina/grossa e cores.
OBJETIVO GERAL
Levar os estudantes a compreenderem o significado do tema “Natal” e seus símbolos por meio de diversas atividades (pintura/colagem/pontilhadas/recortes/filmes/contos infantis  e brincadeiras)

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Criar estratégias de ensino que levem os estudantes à:
- compreender o conceito do tema  Natal e seus símbolos;
-  ampliar o conhecimento das cores;
- ampliar o desenvolvimento da coordenação motora fina/grossa;
- ampliar a fala;
-incentivar a pratica de bondade e solidariedade.
METODOLOGIA
Durante a semana serão realizadas diversas atividades relacionadas com o tema Natal.
1-No primeiro momento será apresentado por meio de imagem alguns símbolos natalinos”,  explicando para os estudantes o conceito dos mesmos.
 2-Será levantada as hipóteses dos estudantes a respeito do tema Natal.    Em seguida serão realizadas atividades de pinturas/colagens, confecção de árvore de natal  etc.
Algumas atividades serão realizadas de forma coletiva e outras de forma individual com a interação professor-criança-criança.

RECURSOS DIDÁTICOS
 CDs, blocos lógicos, aparelho de som, aparelho de DVD, aparelho de televisão, papel manilha, papel sulfite, jogos pedagógicos, tesoura, cola, lápis de cor, giz de cera, revistas, livros de contos  infantis, sulfite, etc.

AVALIAÇÃO
A avaliação será feita através de registro pelo professor através da observação da participação e do desenvolvimento da aprendizagem dos alunos frente às atividades propostas em sala e extraclasse.


TURNO MATUTINO

1º DIA (segunda-feira)
1º momento: entrada, roda da conversa com o tema “Natal”.
2º momento: atividade no papel pardo com o tema Natal 
3º momento: lanche
4º momento: brincadeiras cooperativas
6º momento: hora-atividade das 9:20 às 11:00h




2º DIA ( terça-feira)

1º momento: entrada, cantigas e conto infantil
2º momento: atividade no papel pardo com o tema Natal  (símbolos natalinos)
3º momento: lanche
4º momento: legos
6º momento: hora-atividade das 9:20 às 11:00h



                                                      3º DIA (quarta-feira)       

1º momento: entrada, cantigas e conto infantil com o tema Natal.
2º momento: atividade de pintura/colagem no sulfite
3º momento: lanche
4º momento: brincadeiras cooperativas
6º momento: higiene corporal/almoço/higiene bucal/mãos e soninho.

4º DIA (quinta-feira)

1º momento:hora-atividade das 7:00 às 7:50h
2º momento: lanche 
3º momento: DVD “Filme Papai Noel”
4º momento: higiene corporal/almocinho e soninho

5º Dia (sexta-feira)
Hora-Atividade das 7:00 às 11:00h

TURNO VESPERTINO
1º DIA (segunda-feira)
                                                             
1º momento: entrada, cantigas e conto infantil com o tema Natal.
2º momento: atividade de pintura/colagem no papel pardo com o tema Natal
3º momento: lanche
4º momento: término da atividade anterior
6º momento: brincadeiras cooperativas extraclasse.

2º DIA (  terça-feira)

1º momento: Hora-Atividade das 13:00 às 13:50h 
2º momento: legos
3º momento: brincadeiras cooperativas
4º momento: organização da sala e espera dos pais assistindo DVD infantil

3º DIA ( quarta-feira)

1º momento: entrada, cantiga “Boa Tarde”, cantigas e conto infantil   
2º momento: atividade no papel pardo com o tema “símbolos natalinos”
3º momento: lanche
4º momento: brincadeiras cooperativas
5º momento: hora-atividade das 15:20 às 17:00h

4º Dia ( quinta-feira)

1º momento:  entrada, cantiga “Boa tarde e conto infantil
2º momento: massinha de modelar
3º momento: hora-atividade das 13:50 às 15:20h
4º momento: brincadeiras cooperativas
5º momento:   organização da sala e musiquinhas infantis esperando os pais.

5º DIA ( sexta-feira)
HORA-ATIVIDADE das 13:00 às 17:00h



quinta-feira, 22 de novembro de 2018

atividades com o tema natal para a educação infantil











cartões para colorir do Natal






+ Atividades Natal







Poderá gostar também:


Atividades Natal
















Tabela diferenças entre Piaget, Vygotsky e Wallon

PIAGET


ESQUEMAS DE CONHECIMENTO:

-ASSIMILAÇÃO:  incorporar as experiências ou objetos às estratégias ou conceitos já existentes; -ACOMODAÇÃO:  modificação e ajustamento dos esquemas em função de novas experiências ou informações;
-EQUILIBRAÇÃO:  é o fator essencial e determinante no desenvolvimento do sujeito ao processo de adaptação ao meio em que vive.

ESTÁGIOS DE DESENVOLVIMENTO:

-SENSÓRIO-MOTOR:  do nascimento a cerca de 18-24 meses;
-PRÉ-OPERATÓRIO: aproximadamente entre 2 e 6/7 anos;
-OPERATÓRIO CONCRETO:  aproximadamente 7/8 até os 11/12 anos;
-OPERATÓRIO FORMAL: a partir de 11/12 anos em diante.

IMPLICAÇÕES PEDAGÓGICAS: A aprendizagem depende do processo de desenvolvimento cognitivo; O papel da escola é dar à criança oportunidade de agir sobre os objetos de conhecimento; O papel do professor  um agente facilitador e desafiador de seus processos de elaboração; A criança é quem constrói seu próprio conhecimento.













Vygotsky


Vygotsky levantou a questão da relação entre ensino e a aprendizagem escolar e desenvolvimento cognitivo. Ele fala muito da escola, dos professores e da interação pedagógica. Para Vygotsky, a criança nasce inserida num meio social, que é a família, e é nela que estabelece as primeiras relações com a linguagem na interação com os outros.

CONCEITOS CENTRAIS
Abordagem Histórico/Social; Forma de produção de trabalho humano > cultura; Mundo Histórico / Sujeito Histórico.

DO BIOLÓGICO PARA O HISTÓRICO SOCIAL:
-OS INSTRUMENTOS: tudo que se interpõe entre o homem e o ambiente, ampliando e modificando suas formas de ação;
-OS SIGNOS: tudo que é utilizado pelo homem para representar, evocar ou tomar presente o que está ausente constitui um signo: a palavra, o desenho e os símbolos.
-INTERNALIZAÇÃO  processo interno de reconstrução de uma operação externa;
-INTERPSICOLÓGICO relação entre indivíduos; -  INTRAPSICOLÓGICO – conexões com o que já temos de construção de conceitos.

PROCESSO DE APROPRIAÇÃO DO MUNDO CULTURAL: -LINGUAGEM - A linguagem socializada; Linguagem egocêntrica; Fala interna;
-O OUTRO SOCIAL - A interação social é a base do processo de aprendizagem humana;
-A METACOGNIÇÃO – A Fala interna.
-DESENVOLVIMENTO E APRENDIZAGEM - O aprendizado impulsiona o desenvolvimento: Nível (Zona) de desenvolvimento real > capacidade de realizar tarefas de forma independente; Zona de desenvolvimento proximal: é o que está em processo de amadurecimento, o que ainda não construí e não construo sozinho;
-INTERVENÇÃO PEDAGÓGICA - O conhecimento na sala de aula é um processo social e compartilhado; O professor serve como guia no processo da aprendizagem; o aluno é o sujeito da aprendizagem, aquele que aprende junto ao outro.

Wallon
Segundo Wallon, a gênese da inteligência é biológica e social, ou seja, o ser humano é organicamente social e sua estrutura orgânica supõe a intervenção da cultura. Seu projeto teórico foi  estudar a gênese dos processos que constituem o psiquismo humano.
Considerava que a escola deveria perceber a criança como um ser total, concreto e ativo e de manter-se em contato com o meio social.

CONCEITOS CENTRAIS:
Estágios do Desenvolvimento Mental:
1º Estágio: impulsivo-emocional, ocorre no 1° ano de vida.;
2º Estágio -Sensório-motor e projetivo: vai até os 3 anos;
3º Estágio - Personalismo : dos 3 aos 6 anos;
4º Estágio - Categorial : (6-11/12 anos);
5º Estágio - Predominância funcional; Emoção: a afetividade precede nitidamente o aparecimento das condutas; O Movimento: as necessidades cinéticas, de movimento, e as necessidades posturais são imprescindíveis ao desenvolvimento infantil;

CONTRIBUIÇÕES
O papel do outro na construção do conhecimento é indiscutível. O professor deixa de ser o agente exclusivo na formação das crianças. A interação com as outras crianças assume um papel fundamental no desenvolvimento e aprendizagem de cada uma delas.  O movimento é imprescindível ao desenvolvimento da criança. A brincadeira  assume um lugar essencial no desenvolvimento da criança. A emoção ocupa um lugar privilegiado no desenvolvimento do sujeito, em especial da criança; os conflitos, crises e contradições são pontos fecundos para a compreensão da pessoa humana.

SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS
Em relação a construção do conhecimento, para Piaget o conhecimento se dá a partir da relação do sujeito com o objeto dependendo do grau de desenvolvimento das suas estruturas cognitivas. Para Vygotsky que focou sua teoria na escola deixando claro os seguintes aspetos: Primeiro que o ser humano era um ser Filogenético, fazia parte de uma espécie; segundo que esse ser humano também era Ontogenético, nascia, crescia e morria; e que esse também era Microgenético, que por mais que sejam parecidos em alguns aspectos existem fatores genéticos individuais desse individuo. Para Wallon o desenvolvimento se dá também em estágios mas que são diferentes da Teoria Piagetiana. Wallon além de dar importância ao corpo da criança e a maturação biológica, considera importantíssima a emoção sendo a mesma fator principal em sua teoria, a observação é o método primordial, é a tentativa de entender o processo de desenvolvimento da criança.

Relativamente aos estágios de desenvolvimento, tanto Piaget como Wallon discorreram sobre o assunto. Na teoria de Piaget os estágios se dividem em quatro, enquanto para Wallon o desenvolvimento se dá em estágios, só que na sua teoria o individuo pode continuar em dois estágios, ou seja, um estágio encontra-se dentro do outro. Já Vygotsky nos dá o suporte teórico enfatizando a importância do meio cultural e das relações entre os sujeitos imersos num contexto histórico e a ênfase em seus processos de transformação.
O desenvolvimento humano, no modelo piagetiano, é explicado segundo o pressuposto de que existe uma conjuntura de relações interdependentes entre o sujeito conhecedor e o objeto a conhecer; Vygotsky irá nos trazer o que chamamos mediação simbólica que é feita através dos signos que são construídos culturalmente e que são compartilhados por todos, Wallon por mais que reconheça o fator orgânico, biológico como Piaget relata que o mesmo é a primeira condição no desenvolvimento do pensamento, sendo o primeiro, mas não o único.




Presépio e lembrancinhas com o tema Natal



Sugestões de atividades Natal


 Objetivos: Encerrar o ano de um modo tranquilo e afetuoso, despedindo-se dos pequenos sem grandes rupturas Entrar no clima de Natal com a turma, transmitindo bons valores
 
Todo ano é assim: mal novembro começa e a euforia provocada pelos últimos dias de aula toma conta da escola. Os afazeres são muitos: organizar a festinha de encerramento, escrever relatórios, fazer reunião com os pais, planejar o ano seguinte... isso apenas para citar alguns. Nessa agenda atribulada, como fica a despedida com as crianças? Mesmo com tantas tarefas, é essencial organizar uma passagem tranquila, contextualizando os alunos cronologicamente - assim eles não sentirão uma alteração muito grande na rotina quando as férias começarem. Atividades de encerramento podem ajudar muito nesse momento. Conheça algumas propostas a seguir, como confeccionar lembrancinhas e decorar a escola para o Natal. Ah, e vale fazer delícias na cozinha também, de onde sempre saem muitos aprendizados. Confira!


 Dica esperta I!
Se preferir, compre um pinheiro natural e enfeite-o com as crianças. Conte que essa árvore é típica de regiões frias, como o lugar em que vive o papai-noel


Porta-retrato
Seus alunos vão querer levar uma recordação do ano que passou. Que tal presenteá-los com um porta-retrato com ímã? Confira a criação da arte-educadora Simone Faure Bellini, de São Paulo.
Materiais:
EVA nas cores: bege, vermelho e branco
cola quente
1 foto pequena
1 CD
1. Corte as figuras conforme o molde e cole-as sobre o CD, montando o Papai Noel.
2. No gorro, cole o porta-foto e encaixe uma foto. Na parte de trás, cole os ímãs.

Decoração de natal
Árvore da turma
A árvore é um dos principais símbolos do Natal. Convide seus alunos a confeccionar uma árvore para a sala. Veja a proposta da arte-educadora Simone.
Materiais:
papelão
jornal
papel de seda
papel de seda verde
cola branca
estilete
1. Depois de cortar as duas partes da árvore, marque-as na metade e corte-as conforme mostra a figura.
2. Encaixe uma parte na outra.
3. Faça bolas grandes de jornal e cole-as no papelão.
4. Amasse o papel de seda e cole-o sobre as bolas de jornal.
5. Enfeite a árvore com bolas e uma estrela no pico.

Bolas da árvore
Simone também ensina a fazer este lindo enfeito para a árvore de Natal da turma. A ideia é que cada criança personalize sua bola. Os alunos também podem escrever os seus nomes nos trabalhos.
Materiais:
purpurina ou gliter dourado
bolas de isopor
cola branca
palito de churrasco
1. Encaixe a bola no palito e bezunte com cola branca. Passe purpurina nas bolas e deixe secar. Depois de secas, cole-as na árvore com cola.




Para ler ao redor da árvore de Natal
Aproveitando que seus alunos ainda estão vivendo a fase do lúdico e da fantasia, reúna-os em volta da árvore de Natal e conte histórias que tenham como tema principal a festa mais importante do calendário cristão. Vale mencionar Papai Noel, renas, trenós etc. Veja abaixo sugestões de livros que tratam do assunto.
Alvinho e os Presentes de Natal
De Ruth Rocha
(Editora Salamandra, 32 páginas)
Sinopse: O garoto Alvinho anda com muita mania de comprar. Quando chega o Natal, tem uma lista de presentes que não acaba nunca. Mas um pesadelo daqueles faz Alvinho mudar de ideia. Como assim?
O Natal de Manuel
De Ana Maria Machado
(Editora Global, 32 páginas)
Sinopse: O livro narra sobre a curiosidade de um menino, André, que quer saber o que significa Natal. De pergunta em pergunta - para os pais, para a irmã, para a avó, para os amigos - ele vai ficando cada vez mais confuso: nascimento de Jesus, tempo de menino ganhar presente. Afinal, o que é Natal?
Histórias da (in)tolerância
De Guila Azevedo
(Editora Larousse Júnior, 32 páginas)
Sinopse: A autora apresenta memórias da infância, que narram um Natal bem diferente.

Bem natalino
Para a atividade de contação de histórias, providencie gorrinhos de Papai Noel para você e os alunos. Registre o momento com fotos e vídeos.

 Dica esperta 2!
Providencie embalagens para seus alunos montarem lembrancinhas com os biscoitos. Ajude- -os também a escrever cartões para entregar aos pais, com uma mensagem de fim de ano bem bonita.

Receita de biscoito natalino
Ingredientes
100 g de manteiga sem sal
3/4 xícara (chá) de açúcar
1 ovo
1/2 colher de essência de baunilha
2 xícaras (chá) de farinha de trigo peneirada
1 colher (chá) de fermento em pó
1/2 colher (café) de sal,
Como preparar
Coloque todos os ingredientes em uma tigela e misture com as mãos até obter uma massa homogênea. Embrulhe em filme-plástico e deixe na geladeira por 40 minutos. Polvilhe com farinha de trigo uma superfície de trabalho lisa e abra a massa com um rolo. Corte os biscoitos com cortadores de sua preferência (pinheiros, bonecos de neve, Papai Noel etc.), acomode em assadeiras untadas e enfarinhadas e leve para assar em forno médio, preaquecido, médio, por cerca de 20 minutos ou até corar.
Rendimento: 18 biscoitos.


Sugestões retiradas da Revista Guia Prático para Professores de Educação Infantil http://revistaguiainfantil.uol.com.br/professores-atividades/93/artigo192013-2.asp

Botões compartilhar

Feliz Dia do Professor!!!!

Comente:

Postagens recentes

Anuncie aqui. Preencha Formulário de contato abaixo

Nome

E-mail *

Mensagem *

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também