Seguidores

Postagens animadas Canal Pedagógico

Pesquisar este blog

TRADUTOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Minha foto
Sidrolândia, Mato Grosso do Sul, Brazil
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (1999-2003). Tem experiência na área de Educação. Professora concursada-efetiva pela Prefeitura Municipal de Sidrolândia/MS (02 períodos). Exerce a função de Docente na Educação Infantil. Pós Graduada-Especialista em Educação Infantil pela UFMS/MEC/UNDIME//UEMS. Contato: E-mail: pedagogaclaudinha@gmail.com site; http://canalpedagogico.blogspot.com MSN: claus.id@hotmail.com

PARA SALVAR AS IMAGENS, CLIQUE NAS IMAGENS PARA VISUALIZAR MELHOR.

1. Escolha a imagem;
2. Clique no botão direito do mouse;
3. Escolha a opção “Salvar Imagem Como ...”
4. Escolha o local a ser salvo a imagem;
5. Clique em salvar e pronto.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Convites para festa Junina




Famílias sílábicas

Famílias silábicas

Veja como ressignificar esse trabalho na Educação Infantil


alfabetização tem constituído um grande desafio para quem é da área de educação. Segundo as especialistas em alfabetização, Josele Teixeira e Liliane Nunes os desafios vão muito além da filosofia e metodologia utilizada. Repousa no fato de constituir sentido e significado, de levar a criança a fazer descobertas da lógica da língua. Desafio partilhado no saber, fazer com confiança e conhecimento a realização de uma unidade capaz de subsidiar todos aqueles envolvidos com a promoção da leitura e escrita. “Lembrando que a leitura e a escrita só são importantes na escola porque são primordiais fora dela”, dizem.
Nesse sentido Josele e Liliane afirmam que ensinar as famílias silábicas, evidencia ensinar algo dinâmico, significativo e contextualizado que pode ser iniciado nos primeiros anos da vida escolar, por meio de atividades lúdicas na Educação Infantil contrapondo assim a mecanização e apresentação solitária das sílabas no Ensino Fundamental que tem esvaziado e dificultado o aprendizado da leitura e escrita.
A seguir você encontrará algumas atividades práticas sugeridas pelas especialistas para trabalhar com os alunos as famílias silábicas:

Continuar lendo....http://educacaoinfantil.uol.com.br/familias-silabicas/

















Ensinar matemática com jogos

Alunos aprendem de forma lúdica a conhecer os numerais e a diferenciá-los

Segundo a professora Renata Tormena de Paulo, do Colégio Franciscano Pio XII, para trabalhar o conceito de números, a instituição procura oferecer às crianças atividades que possibilitem o pensamento, a reflexão e a expressão de ideias.

Foto: Itaci Batista| Adaptação web Caroline Svitras

Por isso, envolvendo as crianças em um clima de investigação, ela desenvolveu uma atividade que permite trabalhar todas essas questões e fazer a alegria da criançada: os detetives dos números. Segundo Renata, a atividade proposta visa responder as indagações: “Qual a diferença entre número e letra?”, “quando usamos números e quando usamos letras?”, bem como “onde encontramos os números”? Veja como funciona e coloque em prática você também:

 Continuar lendo....http://educacaoinfantil.uol.com.br/aprender-matematica-com-jogos/
Adaptado do texto “Detetives da Matemática”
Revista Guia Prático do Professor – Educação Infantil Ed. 129

Contos de Fadas na Educação infantil

Contos de fadas na Educação Infantil

Como trabalhar o conto Rapunzel em diversas vertentes da educação infantil




                                          Fotos: Itaci Batista | Adaptação web Caroline Svitras

Por que Matemática e Alfabetização têm que ser trabalhadas de forma tão distintas? Na verdade, as duas áreas sendo trabalhadas juntas, ou pelo menos, dentro do mesmo contexto, facilita muito mais o aprendizado do aluno.
Melhor ainda, se isso vier acompanhado de um contexto que chame a atenção das crianças, como os contos de fadas. Veja, então, a sugestão da professora Janaina Spolidorio para trabalhar essas questões a partir do conto da Rapunzel.
1. Os alunos podem receber uma caixa ou um pacote com alguns objetos ou algumas figuras relativas ao conto, neste caso, Rapunzel. Dentro da caixa pode haver um chapéu de bruxa, cordas que simbolizem as tranças da Rapunzel, uma maçã, uma boneca bebê, entre outros elementos do conto.
2. A professora pergunta aos alunos se conhecem alguma história que tem esses elementos e pede que façam um “pré-conto” dela. Nessa parte, o trabalho de aprendizagens prévias é usado, possibilitando ao aluno um melhor desenvolvimento de habilidades necessárias ao raciocínio linguístico, além de ajudar a aprimorar a linguagem oral, tão necessária nos dias atuais.
3. Depois dessa “pré-contação”, a professora conta a história e reconta usando os elementos já mostrados, o que vem a enriquecer o momento da roda de histórias, tornando-a mais próxima dos alunos.
Alfabetização
Dentro do tema Rapunzel há uma infinidade de atividades que podem ser trabalhadas. É possível fazer um ditado de palavras, escrita de palavras já estabilizadas e um trabalho com frases feitas, que dá muito resultado. Ter um cartaz com frases que simbolizem partes da história é excelente para o desenvolvimento da leitura e da escrita. Você pode, por exemplo, eleger uma frase para cada parte do texto e pedir que os alunos a ilustrem. “Rapunzel, jogue-me suas tranças” – seria um exemplo de frase feita.
Continuar lendo...http://educacaoinfantil.uol.com.br/contos-de-fadas-na-educacao-infantil/
Adaptado do texto “Tranças que vão da matemática à alfabetização”
Revista Guia Prático do Professor – Educação Infantil Ed. 108
FONTE: http://educacaoinfantil.uol.com.br/contos-de-fadas-na-educacao-infantil/

Botões compartilhar

Feliz Dia do Professor!!!!

Comente:

Postagens recentes

Anuncie aqui. Preencha Formulário de contato abaixo

Nome

E-mail *

Mensagem *

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também