Seguidores

Pesquisar este blog

PARA SALVAR AS IMAGENS, CLIQUE NAS IMAGENS PARA VISUALIZAR MELHOR.

1. Escolha a imagem;
2. Clique no botão direito do mouse;
3. Escolha a opção “Salvar Imagem Como ...”
4. Escolha o local a ser salvo a imagem;
5. Clique em salvar e pronto.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Música e aprendizagem: uma experiência harmônica na sala de aula

-->
Denise Badim Teixeira, coordenadora de Educação Infantil e Ensino Fundamental na rede pública municipal de Vitória da Conquista, Bahia, é formada em Pedagogia, com especialização em Psicopedagogia, e habilitada em Gestão Escolar. Completamente apaixonada por Educação, realiza-se na construção do conhecimento de seus alunos e na aplicação de projetos que despertem o interesse deles. Entende que o lúdico é fundamental para estimular a aprendizagem e, por isso, relaciona, entre outras coisas, a música como suporte. O projeto Música e aprendizagem: uma experiência harmônica na sala de aula apresenta diversas atividades, algumas foram selecionadas para a socialização com outros professores.
Por que Música?
O desenvolvimento intelectual da criança não ocorre por si mesmo, mas é fruto da atividade do homem a partir da relação com o meio. Através de atividades musicais, promove-se a socialização e as trocas de aprendizagem. O aluno aprende mais em matéria de leitura quando ele é mais ativo em todos os seus estilos de atuação em diferentes linguagens, com variados objetivos. A prática educativa associada à linguagem musical apresenta maior significação para o desenvolvimento da cognição e a interação entre as crianças.
A música, especificamente, estimula o aprendizado e tem o poder de despertar a criatividade e a atividade infantil. Ela auxilia a criança no desenvolvimento de suas potencialidades, ajudando-a a usar o próprio corpo como meio de comunicação e expressão. A partir dela, podem-se alcançar diversos objetivos como: a melhoria da linguagem, da coordenação, da percepção auditiva, rítmica, das orientações temporal e espacial, do equilíbrio e, principalmente, da comunicação. O ritmo das canções induz as crianças ao movimento, à maior atividade cerebral, além de despertar nelas o gosto de cantar, dançar e melhorar ou acelerar o seu desenvolvimento educacional.
Nesse sentido, o projeto Música e aprendizagem: uma experiência harmônica na sala de aula vem destacar a importância de se trabalhar a música em sala de aula enquanto modalidade textual, objetivando, ainda, promover momentos de descontração através de vivências com a música e socialização de sugestões de atividades para se trabalhar a mesma, tendo em vista sua extrema importância e significância para o desenvolvimento normal e sadio da criança.
A música deve ser explorada de todas as formas, por inteiro, desde a sonoridade até a letra. Isso facilita o processo de educar a criança, pois desenvolve o seu senso crítico, e ela passa a ter uma visão inteira, completa, da realidade. A música traduz muita coisa, ela é carregada de emoção, e não de razão. O homem só chega aonde os sentimentos o levarem (Airton, p. 46, 2003).
Alguns objetivos
  • Cantar apreciando a sonoridade e a melodia.
  • Auxiliar os desenvolvimentos corporal e harmônico.
  • Estimular o raciocínio e a atenção em relação ao texto.
  • Reescrever textos utilizando a música como mediadora.
  • Vivenciar momentos de descontração, alegria e aprendizado.
  • Analisar criticamente letras de músicas diversas.
  • Redescobrir o gosto por diferentes estilos musicais.
  • Ampliar o vocabulário.
  • Despertar a criatividade.
  • Integrar músicas, de forma interdisciplinar, aos conteúdos trabalhados.
  • Reconhecer a música como um texto possível de ser lido e interpretado.
Recursos
  • Fichas pautadas tamanho pequeno (quantidade de alunos da turma)
  • 01 aparelho de som
  • 01 televisão
  • 01 videocassete/DVD
  • Multimídias (CD)
  • Xerox das músicas e dos textos que serão trabalhados
  • Caderno
  • Hidrocores e canetas
Como Avaliar?
Através da participação dos alunos durante o desenvolvimento de cada atividade.
COMPARTILHANDO ALGUMAS ATIVIDADES
Primeira atividade
O que eu gosto de ouvir...
  • Distribuir uma ficha pautada para cada participante.
  • Solicitar que cada um escreva o próprio nome no centro da ficha, o estilo de música de que mais gosta no lado direito superior, um cantor ou cantora de sua preferência no mesmo lado inferior, uma música de que gosta no lado esquerdo superior e um grupo ou dupla de que gosta no lado esquerdo inferior.
  • Socialização das respostas de cada um.
  • Sugestão: Recolher as fichas, que servirão para o professor trabalhar durante todo o ano sem o perigo de levar músicas de que os alunos não gostam. A ficha será um documento de referência musical da turma.
Fonte:http://www.construirnoticias.com.br/asp/materia.asp?id=1300
Revista Construir Notícias

quarta-feira, 12 de maio de 2010


Cuidando da natureza (Leila Maria Grillo)

Vamos cuidar

Da mãe natureza

Preservando a vida

Do nosso planeta.

Não desperdicem água

Para não faltar

Separe todo lixo

Para reciclar.

Não destruam as matas

Árvores e flores

Que enfeitam o mundo

Com as suas cores.

Não poluam o ar

Isso não é legal

Na certa vai causar

O aquecimento global.

Vamos trabalhar

Nessa tarefa urgente

Para preservar

O nosso meio ambiente.


**************************************A barata mentirosa


A BARATA DIZ QUE TEM

SETE SAIAS DE FILÓ.

É MENTIRA DA BARATA

ELA TEM É UMA SÓ.

AH! AH! AH! OH! OH! OH!

ELA TEM É UMA SÓ.(bis)

A BARATA DIZ QUE TEM

SETE SAIAS DE BALÃO. É MENTIRA DA BARATANÃO TEM DINHEIRO NEM PRO SABÃOAH! AH! AH! OH! OH! OH! NEM DINHEIRO PRO SABÃO.(bis) A BARATA DIZ QUE TEMUM SAPATO DE FIVELA. É MENTIRA DA BARATAO SAPATO É DA MÃE DELA. AH! AH! AH! OH! OH! OH!O SAPATO É DA MÃE DELA.(bis)

A Barca virou
A barca virou,No fundo do mar, Porque a (nome da pessoa) Não soube remar. Adeus (nome da pessoa) ! Adeus, Maranhão ! Adeus, (nome da pessoa) ! Do meu coração ! Essa cantiga é uma variação de “A Canoa Virou” e pode ser usada em brincadeira de roda. Como usar em brincadeira de roda: As crianças de mãos dadas formam uma roda e giram cantando. A criança cujo nome foi mencionado nas quadras, sai da roda. Repetem-se as quadras, citando-se o nome de cada criança que estava à esquerda daquela que saiu. Prossegue a brincadeira até que a roda desapareça.


A canoa virou

A CANOA VIROUPOIS DEIXARAM ELA VIRARFOI POR CAUSA DE [FULANA] QUE NÃO SOUBE REMAR. SE EU FOSSE UM PEIXINHOE SOUBESSE NADAREU TIRAVA [FULANA] DO FUNDO DO MAR. SIRI PRA CÁSIRI PRA LÁ[FULANA] É BELAE QUER CASAR.












A carrocinha

A CARROCINHA PEGOUTRÊS CACHORROS DE UMA VEZ [BIS] TRA-LA-LA-LÁQUE GENTE É ESSA? TRA-LA-LA-LÁ [BIS] QUE GENTE MÁ!


A galinha do vizinho
A galinha do vizinhoBota ovo amarelinho. Bota um, bota dois, bota três, Bota quatro, bota cinco, bota seis, Bota sete, bota oito, bota nove, Bota dez! Brincadeira:Com ela, a turminha vai aprender a contar_ PARTICIPANTES: No mínimo dois. _ ORGANIZAÇÃO Em roda. _ COMO BRINCAR As crianças cantam a música e ao chegar ao número dez dão um pulo e se agacham.


Brincadeira: Faz uma roda com uma criança no centro.As da roda cantam: Rá, rá, ra }Minha machadinha } bisQuem te roubou }Sabendo que és minha? } bisEu também sou tua } bis Passa a machadinha } Para o meio da rua } bis Aqui a menina sai do centro da roda e canta sozinha: No meio da roda } Não hei de ficar } bis A roda responde: Passa a machadinha } Escolhei teu par } bis Então a machadinha escolhe uma das meninas para ser a machadinha seguinte. Abraça a escolhida e volteiam ambas.








Ai eu entrei na roda

Refrão - Ai, eu entrei na rodaAi,eu não sei como se dançaAi,eu entrei na contradançaAi,eu não sei dançarSete e sete são quatorze, com mais sete, vinte e umTenho sete namorados só posso casar com umNamorei um garotinho do colégio militarO diabo do garoto, só queria me beijar


Alecrim

Alecrim, Alecrim douradoQue nasceu no campoSem ser semeadoFoi meu amorQuem me disse assimQue a flor do campoÉ o alecrim


Balaio

EU QUERIA SER BALAIO, SINHÁ! BALAIO EU QUERIA SER…PRA ANDAR DEPENDURADONA CINTURA DE VOCÊ. BALAIO, MEU BEM, BALAIO, SINHÁBALAIO DO CORAÇÃO…MOÇA QUE NÃO TEM BALAIO SINHÁBOTA A COSTURA NO CHÃO. EU QUERIA SER BALAIONA COLHEITA DA CEBOLAPRA ANDAR DEPENDURADONA CINTURA DA CRIOULABALAIO, MEU BEM [REPETE] EU QUERIA SER BALAIONA COLHEITA DO CAFÉPRA ANDAR DEPENDURADONA CINTURA DA MULHER. BALAIO, MEU BEM [REPETE


Borboleta pequenina
Saia fora do rosalVenha ver quanta alegria, Que é noite de Natal. Eu sou uma borboleta, Pequenina e feiticeira, Ando no meio das flores, Procurando quem me queira. Borboleta pequenina, Venha para o meu cordão, Venha cantar o hino, Que hoje é noite de Natal.


Borboletinha
BorboletinhaTá na cozinhaFazendo chocolatePara a vizinhaPoti, potiPerna de pauOlho de vidroNariz de pica pau


Cabeça, ombro, perna e péPerna e péCabeça, ombro, perna e péPerna e pé Olhos, orelhas, boca e narizCabeça, ombro, perna e péPerna e pé









Caranguejo não é peixe
Palma,palma,palmaPÉ,pé,péRoda, roda,roda, Caranguejo, peixe éCaranguejo não é peixe Caranguejo, peixe éCaranguejo só é peixe Na enchente da maréOra palma, palma, palmaOra, pé, pé, péOra roda, roda ,rodaCaranguejo, peixe é! _ PARTICIPANTES No mínimo dois. _ ORGANIZAÇÃO Em roda. _ COMO BRINCAR As crianças giram e, no verso “Ora, palma, palma, palma!”, todas batem palmas; em “Ora, pé, pé, pé!”, batem os pés no chão; e ao cantar “Ora, roda, roda, roda”, giram de mãos dadas até o fim da música. No último verso, “Caranguejo peixe é!”, elas agacham

................................................................................
Carneirinho

CARNEIRINHO, CARNEIRÃONEIRÃO, NEIRÃOOLHAI PRO CÉU, OLHAI PRO CHÃOPRO CHÃO, PRO CHÃOMANDA O REI, NOSSO SENHORSENHOR, SENHOR, PARA TODOS SE LEVANTAREM. [SENTAREM, AJOELHAREM ETC.]<>

Casinha
Fui morar numa casinha- nhaInfestada- da de cupim- pim- pimSaiu de lá- lá- láUma lagartixa- xáOlhou pra mimOlhou pra mim e fez assim: Smack! Smack


Dona Aranha
DONA ARANHASUBIU PELA PAREDEVEIO A CHUVA FORTEE A DERRUBOU. JÁ PASSOU A CHUVAE O SOL JÁ VEM SURGINDOE A DONA ARANHACONTINUA A SUBIRELA É TEIMOSADESOBEDIENTESOBE,SOBE,SOBENUNCA ESTÁ CONTENTE! A dona aranha Desceu pela paredeVeio a chuva forte E a derrubouJá passou a chuva O sol já vem surgindoE a dona aranha Continua a descerEla é teimosaE desobediente Desce, desce, desceE nunca esta contente
.......................................................................
O sapo
EU VI O SAPO NA BEIRA DO RIO DE CAMISA VERDE SENTINDO FRIO NÃO ERA SAPO NEM PERERECA ERA O PEDRINHO SÓ DE CUECA
................................................................










Fui ao Mercado

FUI AO MERCADO COMPRAR CAFÉE A FORMIGUINHA SUBIU NO MEU PÉEU SACUDI, SACUDI, SACUDIMAS A FORMIGUINHA NÃO PARAVA DE SUBIRFUI AO MERCADO COMPRAR BATATA ROXAE A FORMIGUINHA SUBIU NA MINHA COXAEU SACUDI,SACUDI, SACUDIMAS A FORMIGUINHA NÃO PARAVA DE SUBIRFUI AO MERCADO COMPRAR LIMÃOE A FORMIGUINHA SUBIU NA MINHA MÃOEU SACUDI, SACUDI, SACUDIMAS A FORMIGUINHA NÃO PARAVA DE SUBIRFUI AO MERCADO COMPRAR JERIMUME A FORMIGUINHA SUBIU NO MEU BUMBUM
EU SACUDI, SACUDI, SACUDIMAS A FORMIGUINHA NÃO PARAVA DE SUBIR
...................................................................................

FUI NA ESPANHA
FUI NA ESPANHA BUSCAR O MEU CHAPÉUAZUL E BRANCO DA COR DAQUELE CÉU. OLHA PALMA, PALMA, PALMAOLHA PÉ, PÉ, PÉOLHA RODA, RODA, RODACARANGUEJO PEIXE É. CARANGUEJO NÃO É PEIXE, CARANGUEJO PEIXE É, CARANGUEJO SÓ É PEIXENA VAZANTE DA MARÉ. SAMBA CRIOLA QUE VEIO DA BAHIAPEGA ESTA CRIANÇA E JOGA NA BACIA. A BACIA É DE OURO, AREADA COM SABÃO, DEPOIS DE TUDO PRONTO, ENXUGA NO ROUPÃO. O ROUPÃO É DE SEDA, CAMINHA DE FILÓQUEM NÃO PEGAR SEU PARFICARÁ PARA A VOVÓ. A BÊNÇÃO VOVÓ, A BÊNÇÃO VOVÓ! CRIOU LÊ LÊCRIOU LÊ LÊ LÁ LÁ CRIOULA LÊ LÊNÃO SOU EU QUE CAIO LÁ.
....................................................................................

indiozinhos
Um, dois, três indiozinhosQuatro, cinco, seis indiozinhosSete, oito, nove indiozinhosDez num pequeno boteIam navegando pelo rio abaixoQuando um jacaré se aproximouE o pequeno bote dos indiozinhosQuase, quase virou.
..............................................

Janelinha
A janelinha fechaQuando está chovendoA janelinha abreSe o sol está aparecendoFechou, abriuFechou, abriu, fechou. Abriu, fechouAbriu, fechou, abriu
............................................


Loja do Mestre André

Ai olé , ai oléFoi na loja do mestre AndréFoi na loja do mestre AndréQue eu comprei um pianinhoPlim, plim, plim, um pianinho Foi na loja do mestre AndréQue eu comprei um violãoDão, dão, dão um violãoPlim, plim plim, um pianinhoFoi na loja do mestre André Que eu comprei uma flautinhaFá, flá, flá, uma flautinhaDão, dão, dão um violãoPlim, plim plim, um pianinho
...............................................................
MARCHA SOLDADO
MARCHA SOLDADOCABEÇA DE PAPEL!QUEM NÃO MARCHAR DIREITOVAI PRESO PRO QUARTEL. O QUARTEL PEGOU FOGOA POLICIA DEU O SINALACODE,ACODE,
ACODE A BANDEIRA NACIONAL.
.......................................................................................
MARGARIDA
Margarida (A Margarida fica no centro da roda e outra, fora da roda, canta:) Onde está a Margarida? Olê, olê, oláOnde está a Margarida? Olê, seus cavalheiros (Todos da roda cantam:) Ela está em seu casteloOlê, olê, oláEla está em seu casteloOlê, seus cavalheiros (A menina do lado de fora canta:) Eu queria vê-laOlê, olê, oláEu queria vê-laOlê, seus cavalheiros (Todos da roda:) Mas o muro é muito altoOlê, olê, oláMas o muro é muito altoOlê, seus cavalheiros (A menina de fora tira alguém da roda e canta:) Tirando uma pedraOlê, olê, oláTirando uma pedraOlê, seus cavalheiros (Todos da roda:) Uma pedra não faz faltaOlê, olê, oláUma pedra não faz faltaOlê, seus cavalheiros (A menina de fora vai tirando um por um da roda e, a cada "pedra" retirada, as crianças da roda cantam: "...duas pedras não faz falta, três pedras...", até sair a última. Quando ficar só a Margarida, todos cantam:) Apareceu a MargaridaOlê, olê, oláApareceu a MargaridaOlê, seus cavalheiros.
MEU LIMÃO, MEU LIMOEIROMEU PÉ DE JACARANDÁUMA VEZ TINDÔ LÊ LÊOUTRA VEZ TINDÔ LÁ LÁ]
..................................................................

A MÃO DIREITA

À MÃO DIREITA TEM UMA ROSEIRA (BIS) QUE DÁ FLOR NA PRIMAVERA (BIS) ENTRAI NA RODA, Ó LINDA ROSEIRA (BIS) E ABRAÇAI A MAIS FACEIRA (BIS) A MAIS FACEIRA EU NÃO ABRAÇO(BIS) ABRAÇO A BOA COMPANHEIRA (BIS)
..........................................................................

O cravo

O CRAVO BRIGOU COM A ROSADEBAIXO DE UMA SACADAO CRAVO SAIU FERIDOE A ROSA DESPEDAÇADA. O CRAVO FICOU DOENTEA ROSA FOI VISITARO CRAVO TEVE UM DESMAIOE A ROSA PÔS-SE A CHORAR.
..............................................................

O SAPO NÃO LAVA O PÉ NÃO LAVA PORQUE NÃO QUER ELE MORA LÁ NA LAGOA NÃO LAVA O PÉ PORQUE NÃO QUER MAS QUE CHULÉ!!
...............................................................................














O SÍTIO DO SEU LOBATO
SEU LOBATO TINHA UM SÍTIO IA, IA, Ô! E NO SEU SÍTIO TINHA UM CACHORRO, IA, IA, Ô! Era AU, AU, AU PRA CÁERA AU, AU, AU PRA LÁERA AU, AU, AU, PRA TODO LADO, IA, IA, Ô! SEU LOBATO TINHA UM SÍTIO IA, IA, Ô! E NO SEU SÍTIO TINHA UMA GALINHA, IA, IA, Ô! ERA COCORICÓ PRA CÁERA COCORICÓ PRA LÁERA COCORICÓ PRA TODO LADO, IA, IA, Ô! SEU LOBATO TINHA UM SÍTIO IA, IA, Ô! E NO SEU SÍTIO TINHA UMAVACA, IA, IA, Ô! ERA MU, MU, MU PRA CÁERA MU, MU, MU PRA LÁERA MU, MU, MU PRA TODO LADO, IA, IA, Ô! SEU LOBATO TINHA UM SÍTIO IA, IA, Ô! E NO SEU SÍTIO TINHA UM PATO, IA, IA, Ô! ERA QUÁ, QUÁ, QUÁ PRA CÁERA QUÁ, QUÁ, QUÁ PRA LÁERA QUÁ, QUÁ, QUÁ PRA TODO LADO, IA, IA, Ô! IA, IA, ÔIA, IA,Ô
........................................................................

PAI FRANCISCO

Pai Francisco entrou na rodaTocando o seu violãoBi–rim-bão bão bão, Bi–rim-bão bão bão ! Vem de lá Seu DelegadoE Pai Franciso foi pra prisão. Como ele vem todo requebradoParece um boneco desengonçado
..................................................................

PAPAGAIO LOURO DE BICO DOURADOMANDA ESSA CARTINHA PARA O MEU NAMORADO SE TIVER DORMINDO, BATA NA PORTA SE TIVER ACORDADO, DEIXA RECADO
.........................................................................

COMO PODE UM PEIXE VIVOVIVER FORA DA ÁGUA FRIA [BIS] COMO PODEREI VIVER [BIS] SEM A TUA, SEM A TUASEM A TUA COMPANHIA. [BIS]
...........................................................

PEZINHO

OI BOTA AQUI , OI BOTA AQUIO SEU PEZINHOOI BOTA AQUI, OI BOTA AQUI JUNTINHO AO MEU E DEPOIS NÃO VAI DIZERQUE VOCÊ JÁ SE ESQUECEUOI BOTA AQUI , OI BOTA AQUIO SEU PEZINHO OI BOTA AQUI, OI BOTA AQUIJUNTINHO AO MEUE DEPOIS NÃO VAI DIZERQUE VOCÊ SE ARREPENDEU
............................................................


PIÃO
(FULANA) NÃO É CAPAZ [BIS] DE JOGAR O PIÃO NO CHÃO, OILÁ VAI, LÁ VAI, LÁ VAI, OI [BIS] LÁ VAI O PIÃO NO CHÃO, OI
....................................................

Pintinho amarelinho
MEU PINTINHO AMARELINHOCABE AQUI NA MINHA MÃO, NA MINHA MÃO. QUANDO QUER COMER BICHINHOCOM SEUS PEZINHOSELE CISCA O CHÃO. ELE BATE AS ASASELE FAZ PIU-PIUMAS TEM MUITO MEDO É DO GAVIÃO.[BIS]
.............................................................................










Pirulito que bate, bate
PIRULITO QUE BATE, BATEPIRULITO QUE JÁ BATEUQUEM GOSTA DE MIM É ELAQUEM GOSTA DELA SOU EU. ORA PALMA, PALMA, PALMAORA PÉ, PÉ, PÉORA RODA, RODA, RODACARANGUEJO PEIXE É. PIRULITO QUE BATE, BATEPIRULITO QUE JÁ BATEUQUE IMPORTA A VOCÊ QUE EU BATASE EU BATO NO QUE É MEU. .................................................................

Pombinha Branca
POMBINHA BRANCAO QUE ESTÁ FAZENDOLAVANDO A ROUPAPRO CASAMENTO. VOU ME LAVAR, VOU ME SECARVOU NA JANELAPRA NAMORARPASSOU UM MOÇODE TERNO BRANCOCHAPÉU DE LADOSEU NAMORADOMANDEI ENTRARMANDEI SENTARCUSPIU NO CHÃOLIMPA AI SEU PORCALHÃO! TENHA MAIS EDUCAÇÃO.
...............................................................................

SAPO CURURUDA BEIRA DO RIOQUANDO O SAPO GRITAOH! MANINHAÉ PORQUE TEM FRIO. A MULHER DO SAPODEVE ESTAR LÁ DENTROFAZENDO RENDINHAOH! MANINHAPRO SEU CASAMENTO.
.........................................................................
SE ESTA RUA, SE ESTA RUAFOSSE MINHAEU MANDAVA, EU MANDAVA LADRILHARCOM PEDRINHAS, COM PEDRINHAS DE BRILHANTESPARA O MEU, PARA O MEU AMOR PASSAR. NESTA RUA, NESTA RUA TEM UM BOSQUEQUE SE CHAMA, QUE SE CHAMA SOLIDÃODENTRO DELE, DENTRO DELE MORA UM ANJOQUE ROUBOU, QUE ROUBOU MEU CORAÇÃO. SE EU ROUBEI, SE EU ROUBEI TEU CORAÇÃOTU ROUBASTE, TU ROUBASTE O MEU TAMBÉMSE EU ROUBEI, SE EU ROUBEI TEU CORAÇÃOÉ PORQUE, É PORQUE TE QUERO BEM.
..........................................................................



















SEU LOBO
Vamos passear no bosque Enquanto seu lobo vem Seu lobo está em casa? Tá... O que está fazendo? Estou tomando acordando... Vamos passear no bosqueEnquanto seu lobo vemSeu lobo está em casa? Tá... O que está fazendo? Estou escovando os dentes... Vamos passear no bosque Enquanto seu lobo vem Seu lobo está em casa? Tá... O que está fazendo? Estou tomando banho... Vamos passear no bosque Enquanto seu lobo vem Seu lobo está em casa? Tá... O que está fazendo? Estou botando a roupa... Vamos passear no bosque Enquanto seu lobo vem Seu lobo está em casa? Tá... O que está fazendo? Estou colocando os sapatosVamos passear no bosque Enquanto seu lobo vem Seu lobo está em casa? Tá... O que está fazendo? Estou vestindo o casaco... Vamos passear no bosque Enquanto seu lobo vem Seu lobo está em casa? Tá... O que está fazendo? Estou botando a gravata. Vamos passear no bosque Enquanto seu lobo vem Seu lobo está em casa? Tá... O que está fazendo? Estou penteando o cabelo. Vamos passear no bosque Enquanto seu lobo vem Seu lobo está em casa?Tá... O que está fazendo? Está abrindo a porta... Na brincadeira, é nesse momento que as crianças saem correndo e o lobo corre atrás, até pegar uma,que será o lobo na vez seguinte.
..........................................................................................................................................................................


TEREZINHA DE JESUS
TEREZINHA DE JESUSDE UMA QUEDA FOI AO CHÃOACUDIRAM TRÊS CAVALHEIROSTODOS TRÊS,COM CHAPÉU NA MÃO. O PRIMEIRO,FOI SEU PAIO SEGUNDO, SEU IRMÃOO TERCEIRO FOI AQUELEA QUEM TERESA DEU A MÃO. DA LARANJA QUERO UM GOMODO LIMÃO QUERO UM PEDAÇODA MORENA MAIS BONITAQUERO UM BEIJO E UM ABRAÇO.
...............................................................................................................



terça-feira, 11 de maio de 2010

Projeto didático "Alfabetização Construtivista"


INSTITUIÇÃO:
MUNICÍPIO:
ANO:
TURMAS: 1º ao 5º Ano do Ensino Fundamental
TURNO:
DURAÇÃO DO PROJETO: O ano todo.
PROFESSOR(A):

DISCIPLINA: Língua Portuguesa
CONTEÚDO: Sistema de escrita e linguagem escrita ( texto instrucional).

JUSTIFICATIVA:

Alfabetizar significa muito mais que simplesmente ensinar a traçar letras ou decodificar palavras. Este projeto didático propõe através de atividades construtivistas que a criança possa se apropriar do sistema de escrita, ao mesmo tempo em que vai conhecendo a linguagem escrita, ou seja, os diversos tipos de textos presentes na sociedade.
Este trabalho propõe uma articulação entre as duas aprendizagens que a criança em início de alfabetização precisa empreender: o conhecimento do sistema de escrita alfabético e a linguagem escrita expressa em vários textos presentes na sociedade. Assim, todas as crianças deverão estar envolvidas em todos os momentos do trabalho, mesmo aquelas que ainda não escrevem convencionalmente. Neste caso, o professor deve ser intérprete e, às vezes, escriba da produção do aluno. A atividade proposta trabalha com três tipos de textos, a saber:

OBJETIVO GERAL:

OBJETIVOS ESPECÍFICOS:

Com este trabalho, pretende-se que os alunos sejam capazes de:

a) Falar e ouvir em diversas situações nas quais faz sentido expor opiniões, ouvir com atenção, sintetizar idéias, defender pontos de vista e replicar;

b) Perceber as propriedades da escrita: letras como representação de fonemas, direção da escrita, combinação das letras, formas e tipos de letras;

c) Ler e escrever diversos tipos de textos em situações comunicativas específicas;

d) Valorizar o resgate das brincadeiras, comparando-as no espaço e no tempo

RECURSOS DIDÁTICOS:

Cartolina, papel sulfite, lápis de cor/cera e canetas coloridas.

METODOLOGIA:

As atividades serão desenvolvidas de forma individual e coletiva com a interação professor e aluno em sala de aula.

AVALIAÇÃO:

Ao longo do desenvolvimento da atividade, é possível avaliar como o aluno:
utilizou a linguagem (oral e escrita) em determinadas situações nas quais faz sentido falar, ouvir, ler ou escrever; discutiu oralmente; trabalhou os aspectos gráficos e os elementos lingüísticos dos textos trabalhados: lista, texto de instruções e cartaz. elaborou sínteses escritas para divulgação do trabalhos através de cartazes; relacionou suas hipóteses de escrita com as propriedades da escrita convencional, quando foi necessário ajustar o que fala ou ouve com o que precisa escrever.
Sugestões didáticas:
LISTA - texto com palavras do mesmo campo semântico com uma disposição gráfica vertical ou horizontal. Texto que procura organizar informações e que exercita a memória. Ao lado deste conhecimento textual, pode-se contribuir para que a criança vá conhecendo as características do sistema de escrita, se forem sendo estabelecidas comparações no que se refere ao conhecimento/uso de letras como representação de fonemas, a direção da escrita, a distribuição das unidades gráficas das palavras (quais e quantas letras em cada vocábulo; quais iniciam com a mesma letra, quais têm a última letra igual, etc), as formas e tipos de letras;

TEXTO INSTRUCIONAL - que prescreve ações/orientações precisas para a realização de tarefas, no caso, as regras de brincadeiras infantis: nome da brincadeira, lista de quantas pessoas e/ou materiais usados (se for o caso), modo de brincar (com uso de verbos no imperativo que é o modo da ordem ou pedido);

CARTAZ - possibilita registrar e divulgar as sínteses feitas pelos alunos no decorrer do trabalho. O cartaz é um tipo de texto breve sobre cartolina ou cartões cuja organização espacial no papel (diagramação, cores, tamanho de letras) deve permitir a leitura à distância.

CANAL PEDAGÓGICO

Comente:

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também