Seguidores

Postagens animadas Canal Pedagógico

Pesquisar este blog

TRADUTOR

Google-Translate-ChineseGoogle-Translate-Portuguese to FrenchGoogle-Translate-Portuguese to GermanGoogle-Translate-Portuguese to ItalianGoogle-Translate-Portuguese to JapaneseGoogle-Translate-Portuguese to EnglishGoogle-Translate-Portuguese to RussianGoogle-Translate-Portuguese to Spanish
Minha foto
Sidrolândia, Mato Grosso do Sul, Brazil
Possui graduação em Pedagogia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (1999-2003). Tem experiência na área de Educação. Professora concursada-efetiva pela Prefeitura Municipal de Sidrolândia/MS (02 períodos). Exerce a função de Docente na Educação Infantil. Pós Graduada-Especialista em Educação Infantil pela UFMS/MEC/UNDIME//UEMS. Contato: E-mail: pedagogaclaudinha@gmail.com site; http://canalpedagogico.blogspot.com MSN: claus.id@hotmail.com

PARA SALVAR AS IMAGENS, CLIQUE NAS IMAGENS PARA VISUALIZAR MELHOR.

1. Escolha a imagem;
2. Clique no botão direito do mouse;
3. Escolha a opção “Salvar Imagem Como ...”
4. Escolha o local a ser salvo a imagem;
5. Clique em salvar e pronto.

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Projeto didático: Corpo e Movimento; trabalhando a estrutura corporal diferenças e semelhanças.


Projeto Didático
 Corpo e Movimento: trabalhando a estrutura corporal diferenças e semelhanças.



Instituição:
Tema: Corpo e Movimento; trabalhando a estrutura corporal diferenças e semelhanças.
Professor(a): 
Turmas envolvidas: Educação Infantil (Pré I e Pré II)
Turno: Vespertino
Eixos do Conhecimento: Linguagem Oral/Escrita e Movimento
Conteúdos: esquema corporal, percepção auditiva/visual, sociabilização, equilíbrio corporal, espaço/tempo/movimento.
Inicio do projeto: ..../...../.......     Término do Projeto:...../...../.....
Coordenação Pedagógica:
Direção:

Justificativa:
Esquema corporal é a consciência do corpo como meio de comunicação consigo mesmo e com meio. Um bom desenvolvimento do esquema corporal pressupõe uma boa evolução da motricidade, das percepções espaciais, temporais e da afetividade. O conhecimento adequado do corpo engloba o Esquema Corporal: imagem esquemática do próprio corpo, que só se constrói a partir da experiência do espaço, do tempo e do movimento, Consciência Corporal: reconhecimento, identificação e diferenciação da localização do movimento e dos inter-relacionamentos das partes corporais e do todo o corpo.
Através do corpo a criança poderá fazer manifestação de movimentos corporal das quais ela pode formar uma representação psíquica, através de qualquer sistema de signos e podem ser submetidas ao seu controle e voluntario. Ainda, vale ressaltar que segundo Shina (1991) apud Lopes (2009):
a psicomotrocidade e a expressão corporal baseiam-se nesses princípios, não são matérias para o treinamento físico, nem para criar uma competitividade entre os que a praticam. Muito pelo contrario, a partir da vivência do corpo no espaço e no tempo, desenvolve-se a consciência de si mesmo como ser integro: sensível, material e espiritual, capaz de sentir, expressar e, o mais importante, capaz de compartilhar e comunicar-se com os demais. (SHINA, 1991, P.13). 

E, é nesse contexto que Shina (1991), que se entende a possibilidade de uma inclusão social das crianças desenvolvendo nelas a consciência de si mesmo ser integro, isso se houver uma boa exploração dos professores em relação à psicomotricidade e a expressão corporal. Assim para Lopes a psicomotricidade trata-se de: “capacidade de movimentar-se com intencionalidade, de tal forma que o movimento pressupõe o exercício de múltiplas funções psicológicas – memória, atenção, raciocínio, discriminação, etc.”.
O projeto se propõe trabalhar o corpo seus movimentos e suas diferentes formações estruturais, assim permitindo o trabalho com respeito as etnias e as estruturas física com suas necessidades.

Objetivo Geral:
·        Proporcionar o conhecimento das partes do corpo, nomeando-as e reconhecendo sua importância;
·        Fazer com que a criança identifique as partes que compõe o corpo, tome consciência de si mesma de suas semelhanças, diferenças físicas e étnicas do meio em que vive.
·         Propiciar respeito às diferentes estruturas corporais, étnicas e físicas.

Objetivos Específicos:
·         Desenvolver na criança o processo de inclusão social.
·         Estimular a movimento corporal.
·         Melhorar as suas relações afetivas e pedagógicas.
·         Expressar ações corporais (imitação).

Recursos didáticos:
·         Sulfite
·         Papel Manilha
·         Jogo da memória e quebra-cabeça feitos de papel cartão
·         Lápis cor
·         Cola
·         Tesoura
·         Caixa surpresa
·         Giz de cera
·         Espelho
Em aberto para novas ideias a partir com o contato com a turma.

Avaliação:
A avaliação se dará através da observação contínua das atividades vivenciadas pelas crianças, permitindo também que avaliemos nossa pratica. E após as observações será efetuado registro sobre o desempenho, conquistas, dificuldade, enfim, de todas as ações envolvidas.
Com relação á educação infantil, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação aponta para uma avaliação formativa: “... a avaliação far-se-á mediante o acompanhamento registro do seu desenvolvimento, sem o objetivo de promoção, mesmo para o acesso ao Ensino Fundamental”. (LDB, Seção II, art. 31.).
No RCNEI, a avaliação é entendida:
... prioritariamente, como um conjunto de ações que auxiliam o professor a refletir sobre as condições de aprendizagens e ajustar sua pratica ás necessidades colocadas pelas crianças. É um elemento indissociável do processo educativo que possibilita ao professor definir critérios para planejar atividades e criar situações que querem avanços na aprendizagem das crianças. Tem como função acompanhar, orientar, regular e redirecionar esse processo como um todo. (RCNEI, 1998, p. 59.).

No RCNEI como citado acima a avaliação tem como função acompanhar, orientar, regular e redirecionar esse processo como um todo, não apenas para “medir” a inteligência dos alunos.

Desenvolvimento
1° momento: Conversarei com os alunos sobre as partes que compõe a estrutura do seu rosto tais como olho, nariz, boca, orelha entre outros e também deixá-los perceber as diferenças de cada um e para que servem, fazendo as seguintes perguntas, a boca do coleginha e igual a sua? e o nariz, e os olhos, e assim irão surgindo outras perguntas. Distribuir uma atividade que se chama “Eu sou assim” para as crianças desenharem como eles são, parecido com um porta retrato.
2° momento: distribuirei vários quebra cabeça com imagens de rosto de varias crianças diferentes para eles perceberem as diferenças de cada um, e focar que apesar das diferenças todos devemos ser tratados com respeito e temos os mesmo direitos. Deixar que eles tentem montar sozinho e descobrindo as diferenças, eu irei a orientando e ajudando.
3°momento: ora de falar das outras partes do corpo alem do rosto que e composto por olhos, boca, nariz e orelha, temos também pernas, braços, mão, pé, cabeça. Cantar com eles a música cabeça, ombro joelho e pé, em seguida mostra um painel no qual vão estar imagem de uma boca, mão, pé e perguntar aos alunos que sons essa partes do corpo fazem, assim propor uma brincadeira que eles imitem os sons que são produzidos pela boca, pé e mãos.
4° momento: distribuir vários jogos da memória das partes do corpo e quebra cabeça do corpo para ver se os alunos aprenderam a estrutura correta do nosso esquema corporal. Depois distribuir algumas atividades referente a estrutura corporal.

Referência:

BRASIL, Ministério Ed cul. Lei de Diretrizes e Bases da Educação. LDB, Seção II, art. 31. 



Um comentário:

Obrigada pela sua visita em meu Blog! Deixe um comentário!

Botões compartilhar

Lembrancinhas Dia das Mães (2021)

Comente:

Seguidores

Anuncie aqui. Preencha Formulário de contato abaixo

Nome

E-mail *

Mensagem *

SEGUIDORES

assine o feed

siga no Twitter

Postagens

acompanhe

Comentários

comente também